Delegada manda prender três guardas municipais

A delegada Milena Fernandes Gallardo Anhe, do Plantão Policial de Jundiaí, determinou a prisão de três guardas municipais, durante a madrugada deste sábado (30), sob acusação de participação em crime de peculato.

Um rapaz de 18 anos relatou na Delegacia que foi abordado por guardas municipais no Jardim São Camilo e a equipe ficou com a quantia de R$ 700,00 que a sua avó havia dado, conforme comprovante de saque bancário.

Pelos registros da Guarda Municipal, no horário dos fatos, a viatura estaria pelo GPS na Vila Nambi, atendendo ocorrência de suposto tráfico de drogas, havendo divergências nas informações.

Os guardas municipais foram chamados para comparecerem no Plantão Policial.

A Corregedoria da GM realizou revista na viatura, localizando R$ 651,00 em dinheiro embaixo de um dos bancos, ao lado do ‘macaco’.

O caso foi apresentado no Plantão Policial pela Guarda Municipal, que também abriu procedimento interno para apurar os fatos.

O rapaz que fez a denúncia já tinha passagem por tráfico de drogas, segundo guardas municipais, quando era menor de idade.

A delegada determinou a prisão da equipe da viatura, mesmo um dos guardas confessando que tinha guardado o dinheiro.

Os guardas passam neste sábado por audiência de custódia no Fórum de Jundiaí.

A delegada disse que que os demais guardas apresentaram depoimentos conflitantes entre si.

 

Nota da Prefeitura de Jundiaí

Sobre a prisão por peculato (corrupção de agente público) de três guardas municipais, ocorrida na noite desta sexta-feira (29), a Corporação da Guarda Municipal de Jundiaí esclarece, em primeiro lugar, que foi ela mesma que deu voz de prisão aos envolvidos. A GMJ também reitera que vai instaurar inquérito administrativo. Um procedimento disciplinar pode resultar na exoneração dos envolvidos da Corporação.