Crianças da Escola Inovadora voltam da China

“Orgulho”. Essa é a palavra que definiu o sentimento dos pais enquanto esperavam o desembarque dos filhos, no Aeroporto de Guarulhos, na tarde de terça-feira (26). Os seis jundiaienses desembarcaram com medalhas de bronze e de honra ao mérito após enfrentar exaustiva maratona de provas pela 10° World Mathematics Team Championship (WMTC), realizada em Beijing, na China, entre os dias 21 a 25.

Para o Prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, a conquista das crianças ressalta o trabalho que vem sendo desenvolvido na Educação de Jundiaí. “É uma conquista para a cidade. Assim podemos definir o impacto que trará às crianças das nossas escolas essa medalha em uma competição internacional. O Programa Escola Inovadora incentiva exatamente a criança potente e autônoma, preparada para enfrentar os desafios “, comenta.

A viagem contou com o apoio financeiro do Conselho Municipal de Direitos das Crianças e dos Adolescentes (CMDCA) que investiu na geração do futuro. “A conquista das crianças é resultado de todo o trabalho, realizado anualmente, para que as crianças potentes possam se desenvolver plenamente, preparados para o futuro”, detalha a gestora da Unidade de Gestão de Educação (UGE), Vasti Ferrari Marques.

Beatriz Alves Pereira, Melissa Isis Arcuri Marafante e Juan Pablo Fornaro dos Santos, estudantes do 4º Ano da EMEB Professor Joaquim Candelário de Freitas e Victória Cristina Rodrigues, Camila Castilho Vieira e Arthur Oliveira da Silva, do 5º Ano da EMEB Aparecido Garcia participaram da competição. Arthur se empolgou com a viagem e com o resultado. “Eram muitos chineses, filipinos, australianos. Conseguimos ficar com o bronze. Isso é muito importante para mim. Guardo no coração a experiência de ter participado é conquistado uma colocação que muitos não conseguiram”, contou o medalhista.

Equipe medalhista foi recebida com festa no saguão do Aeroporto de Guarulhos

Jeferson Longo Rodrigues é pai da Victoria, que recebeu medalha de bronze na competição que tem o sonho de ser professora de matemática. “O sentimento que tenho é de gratidão. É o resultado da sementinha plantada. Está dando frutos. Estou orgulhoso, emocionado e feliz. Saber que ela, com apenas 10 anos, já conquistou uma vitória tão importante para a vida”, explica, emocionado. Jeferson tem uma empresa e é professor de eletrônica.

O WMTC é uma iniciativa do CICEC – China International Culture Exchange Centre, The World of Mathematics and Physics Journal e da Hope Cup Mathematics Competition (maior competição de Matemática da China). É um torneio internacional disputado por equipes para avaliação dos conhecimentos matemáticos. Podem participar estudantes de qualquer ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio.

Ao todo, a delegação brasileira contou com 164 estudantes de 22 escolas públicas e privadas, acompanhados de 60 professores, de 11 Estados de todas as regiões do Brasil competiram com colegas de outros cinco países – China, Austrália, Filipinas, Malásia   e Bulgária.