Carreta ‘Mulheres de Peito’ chega a Cabreúva

Cabreúva recebe na próxima semana o programa “Mulheres de Peito”, que oferece mamografias gratuitas, sem necessidade de pedido médico, para mulheres de 50 a 69 anos. A carreta itinerante do programa estará na cidade nos dias 18, 19, 21 e 22, das 9h às 18h, e dia 23, das 9h às 13h, estacionada em frente ao estádio municipal Antônio Spina, o Suvacão, no Centro.

O limite é de 50 exames por dia, de segunda a sexta-feira, e 25 no sábado.

“É a segunda vez que a carreta vem para a cidade. A primeira foi em 2016”, lembra a secretária de Saúde, Rita Hollo. Segundo ela, atualmente não há fila de espera para mamografia no município, que oferece cerca de 120 exames, em média, por mês. “No entanto, a vinda da carreta reforça a importância desse exame para o diagnóstico precoce do câncer de mama.”

Para as mulheres de 50 a 69 anos, não há necessidade de pedido médico de mamografia para a realização do exame nas unidades móveis, basta levar RG e cartão SUS. Pacientes fora dessa faixa etária também poderão realizar os exames, desde que tenham em mãos um pedido médico. As interessadas podem procurar a equipe de enfermagem da unidade de saúde mais próxima de sua casa para avaliação.

As imagens captadas pelos mamógrafos são encaminhadas para o Serviço Estadual de Diagnóstico por Imagem (Sedi), serviço da Secretaria que emite laudos à distância, na capital paulista. Caso sejam detectadas alterações no exame ou suspeitas de câncer, a paciente será encaminhada a um serviço de referência do SUS para fazer exames complementares, acompanhamento ou tratamento, conforme as particularidades de cada paciente.

A carreta é equipada com mamógrafo, aparelho ultrassom, conversor de imagens analógicas em digitais, impressoras, antenas de satélite, computadores, mobiliários e sanitários. Além de uma equipe multidisciplinar, formada por técnico em radiologia, profissional de enfermagem, funcionários administrativos e um médico ultrassonografista.

O PROGRAMA O “Mulheres de Peito” é um programa do Governo do Estado. Este mês, foram anunciadas quatro novas carretas itinerantes, dobrando o numero de veículos. Agora, com um total de oito carretas circulando pelos municípios de São Paulo, o programa terá custo anual de R$ 19 milhões.

Desde o início do programa, em 2014, até o momento, as carretas já percorreram mais de 300 localidades, com a realização de mais de 215,6 mil mamografias, 7,4 mil ultrassonografias, 749 biópsias e encaminhamento de 2.073 mulheres para continuidade da assistência especializada em unidades estaduais.