Jundiaí apresenta Clínica da Família em Brasília

O gestor de Promoção da Saúde Tiago Texera participou nesta terça-feira (12) da Audiência Pública da Comissão de Desenvolvimento Urbano “Tecnologia em desafios urbanos, governança digital e saúde”, realizada na Câmara dos Deputados, em Brasília. O convite a Jundiaí deveu-se aos índices e premiações na área da Saúde do Município e à implantação do modelo de Clínica da Família no Vetor Oeste, inaugurado em dezembro do ano passado.

“A Clínica da Família de Jundiaí serve a 40 mil vidas, dividindo uma área de 2,5 mil metros quadrados com a UPA do Vetor Oeste. Incluímos em seu modelo de atenção primária exames de elucidação diagnóstica, como raio X, ultrassom e exames de sangue, além de oito equipes completas de Estratégia Saúde da Família (ESF) e equipes do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Isso fez com que a fila de espera para os exames de diagnóstico tivesse redução de 95% e o índice de resolubilidade chegasse a 80%, o que significa que oito em cada dez pessoas que dão entrada para atendimento saem dali com tudo resolvido. E os que não resolvem no mesmo dia ou semana, casos de maior complexidade, são direcionados para os serviços de média e alta complexidade e em seguida retornam para a clínica para continuidade do tratamento”, explicou o gestor.

Texera comentou também a participação de Jundiaí com a apresentação do projeto da Clínica no Smart City Business Brazil, realizado em São Paulo em julho deste ano. “O modelo da Clínica coloca a atenção primária como protagonista na área de promoção da saúde. Isso inverte a lógica do foco na doença e trabalha a promoção e a prevenção. E isso é trabalhado também com a inclusão de práticas integrativas, como o lian gong e shantala, e atividades com a Unidade de Gestão de Esporte e Lazer (UGEL), cumprindo o modelo de governo por plataformas do prefeito Luiz Fernando Machado. Sem contar com a integração com a Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun), responsável pela informatização da rede”.

O gestor apresentou também o “Posso ajudar” e “Guardião da Saúde”, que trouxeram resultado em eficiência e resolutividade. “A Clínica da Família e as Novas UBS já contam com esses dois novos programas. O ‘Posso Ajudar’, além de tornar a unidade mais acolhedora, equaliza o atendimento e soluciona eventuais dúvidas. Já o ‘Guardião da Saúde”, que se trata de um totem informatizado em que o cidadão pode avaliar o atendimento, permite o monitoramento e a solução em tempo real do problema indicado. Em um ano de funcionamento, 88% das avaliações apontam atendimentos ótimos, bons ou regulares.”