Alunos do Vetor Oeste recebem certificados

O Fundo Social de Solidariedade de Jundiaí entregou, nesta segunda-feira (11), 47 certificados para as alunas dos módulos descentralizados, realizados na Associação Socioeducacional Casa da Fonte, no Jardim Novo Horizonte. A entrega ocorreu no Teatro Polytheama, durante o evento de encerramento da instituição e contou com a presença do prefeito Luiz Fernando Machado. “O Fundo Social tem como vocação a transformação de talentos em oportunidades. Nada faria sentido não fosse a força de vontade destas pessoas, que saíram de suas casas para aprender algo novo e modificar as próprias vidas por meio da capacitação e da geração de renda rápida”, afirmou.

Receberam os certificados as alunas dos workshops de Designer de Sobrancelhas, Automaquiagem e de Pão de Mel, sendo, este último realizado em parceria com a Unidade de Gestão de Esporte e Lazer. “Acreditamos que o esporte é uma ferramenta de desenvolvimento humano e social. Por isso, não medimos esforços para proporcionar conhecimento em todas as esferas”, explicou Márcia Pavan, diretora de Esporte Educacional e Participação.

Quem não escondia a felicidade era a Maria Ribeiro dos Santos, de 40 anos. A dona de casa, que já faz o curso de Artesanato da Casa da Fonte, também participou dos workshops de Beleza e Estética, aprovando a iniciativa do Funss: “Inicialmente, me inscrevi com o objetivo de aprender para economizar, de modo a não precisar mais ir em salão. Contudo, hoje, já penso em fazer clientela no bairro e reforçar a renda da família”. Sandra Regina Assis, de 50 anos, garantiu a vaga no módulo de gastronomia: “Adorei as técnicas ensinadas e até fiz alguns doces para vender. Ainda estou avaliando as possibilidades, mas, com certeza, é um trabalho rentável”.

De janeiro até o mês de outubro deste ano, o Fundo Social disponibilizou 8.245 vagas gratuitas em cursos de qualificação profissional, workshops e oficinas. O número supera os anos de 2018 e 2017, quando foram disponibilizadas 5.172 e 2.106 vagas gratuitas, respectivamente. Destas vagas gratuitas abertas neste ano, 2.005 vagas foram descentralizadas aos bairros, resultado do comprometimento do governo com as necessidades e com os anseios das pessoas que residem em Jundiaí. “Estes cursos possuem a mesma qualidade e o mesmo conteúdo programático daqueles que são desenvolvidos na sede do Fundo Social. Com a oferta de cursos em bairros, nosso objetivo é facilitar o acesso ao conhecimento e integrar a comunidade”, explicou Francine Picardi, diretora do Fundo Social.