Crianças discutem a Jundiaí do futuro

O Comitê das Crianças, do projeto Cidade das Crianças, teve na tarde deste sábado (26) mais uma reunião de trabalho. Dez meninos e meninas, de 9 e 10 anos, debateram no Sesc propostas sobre o futuro da Jundiaí que eles querem. Depois, os jovens curtiram a 30ª edição do Encontro de Corais – uma iniciativa da Unidade de Gestão de Cultura – e um show especial com Hélio Ziskind, compositor de clássicos da TV Cultura, principalmente dos desenhos e programas do canal como Cocoricó e Castelo Rá-Tim-Bum.

O bate-papo dos jovens é resultado do interesse deles pelas discussões políticas, na visão do gestor. “A participação popular em Jundiaí começa pelos mais novos. A Unidade de Cultura só deu as diretrizes básicas para os participantes. Agora, os pontos levantados pelos meninos e meninas comporão um documento que será entregue ao prefeito Luiz Fernando Machado num encontro agendado pelo dia 23 de novembro. Pelo que vi, a segurança e a melhoria das vias públicas foram aspectos identificados pelos jovens na reunião”, completou o gestor de Cultura Marcelo Peroni.

Um dos integrantes do grupo de crianças presentes ao Sesc foi Gabriel Pires de Lima, de 10 anos. Morador do Ivoturucaia, ele sugeriu que entrassem no relatório dos adolescentes a manutenção das escolas e a segurança. “Jundiaí poderia ter praças públicas só com dois adultos supervisionando, sem policiais. Na praça, a garotada só se preocuparia com o lazer e as brincadeiras. É muito legal participar do projeto Cidade das Crianças”, projetou Gabriel.

 

Integração

Jundiaí é o primeiro município do estado de São Paulo a integrar a Rede Latino-Americana – Projeto Cidade das Crianças e o segundo no país, logo atrás de Boa Vista, capital de Roraima. A apresentação do conceito “Cidade das Crianças” foi feita em dezembro de 2018 e é resultado da integração entre as Unidades de Gestão, que trabalham alinhadas pela proposta de governo por plataformas.

O “Comitê das Crianças” e “Ruas de Brincar” são os programas que integram o conceito do programa. Ambos buscam a implementação de políticas públicas que deem protagonismo às crianças nas tomadas de decisões e reforcem a importância do brincar.

A iniciativa consiste no sorteio de 24 crianças de todas as regiões de Jundiaí para compor um grupo que vem debatendo ao longo do ano propostas de políticas públicas para a infância e as apresentarão ao Executivo. Já o “Ruas de Brincar” consiste no fechamento de determinadas vias, sob a tutela da comunidade, para que as crianças possam brincar sem a presença dos carros.