DIG prende condenado a 27 anos pela morte de açougueiro

Os policiais Tiago, Cristiano e Luís Augusto, da equipe Apolo 4 da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí prenderam o morador do Morada das Vinhas, Juliano Paulo da Silva, de 36 anos. Ele participou de ação que terminou em latrocínio contra o dono de um açougue da Vila Marlene.

Os policiais comandados pelo delegado Carlos Eduardo Barbosa Soares ficaram vários dias atrás do procurado da Justiça, que foi condenado a 27 anos pelo crime.

Foram várias as pistas passadas aos policiais, como o percurso que ele fazia dos terminais Hortolândia até o Cecap e “passeios” durante a madrugada.

Juliano também é integrante de uma facção criminosa.

Com base nas investigações os policiais descobriram que ele se escondia no apartamento da mãe, no Morada das Vinhas e foram para lá.

Juliano não resistiu à prisão e foi encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.