Inova Sabores amplia cardápio das EMEBs

Saboroso, rico em fibras e em nutrientes, assim são os pratos servidos para as crianças das Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs) da Prefeitura de Jundiaí. Nesta terça-feira (22), a alimentação saudável ganhou um novo ingrediente, agregado pelo Programa Escola Inovadora: o cardápio sustentável do Inova Sabores, que tem como objetivo ampliar o repertório alimentar das crianças e incentivar o consumo de proteínas vegetais com a adição de grãos como lentilha, ervilha e grão-de-bico ao prato das cerca de 37 mil crianças da rede municipal.

A EMEB Aparecido Garcia, no Jardim Martins, ofereceu aos 370 alunos, entre 6 a 10 anos, o prato macarrão ‘lentilhesa’ – molho feito com tomates, manjericão e orégano frescos com lentilhas cozidas.  Colorido, o prato ganhou o interesse das crianças, que ainda contavam com salada de alface para completar a alimentação. “A lentilha é rica em fibras e fonte de proteína para a alimentação das crianças. O cardápio é trabalhado no dia anterior em sala de aula. As cozinheiras passam em todas as salas para contar às crianças qual será a merenda do próximo dia. A ação incentiva a descoberta de novos sabores”, explica a técnica em nutrição do Departamento de Nutrição e Alimentação (DAN) da Unidade de Gestão de Educação (UGE), Carolina Rosa.

Além do macarrão ‘lentilhesa’, os próximos pratos que serão oferecidos ao longo das semanas serão kibe assado recheado com ervilhas e creme de mandioca com limão, farofa proteica, e até um tipo de torta com recheio de grão-de-bico com legumes. “As crianças comem muito bem e aprovaram a adoção de cardápio com mais alimentos naturais e nutritivos. Como temos a Horta Escolar, eles conhecem o cultivo dos alimentos e isso desperta o interesse em experimentar. Chegaram a plantar batata-inglesa, que foi colhida nesta semana e será servida na quinta-feira, em forma de assado”, explica a diretora Claudete Formis.

A experimentação é o forte das crianças. Heloísa Oliveira, 7 anos, cultivou cenouras com a turma da sala, mas em casa, tem outros tipos de verduras incorporadas a alimentação. “Em casa temos espinafre, que minha mãe faz no omelete. É muito gostoso e deixa a gente forte”, comenta a menina, que também aprovou a adição de lentinhas ao molho do macarrão.

A inclusão das proteínas vegetais ao cardápio está sendo acompanhada pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), que realizou a capacitação das cozinheiras e ofereceu oficina para os pais, na semana passada, no Dia da Alimentação Saudável. Segundo o chef da SVB, Mateus Alexandre dos Santos, as receitas são simples e saborosas, baseadas em versões conhecidas, e por isso, agradam as crianças. “É uma forma de incentivar novos sabores para as crianças e reduzir o consumo de proteína animal, com uma fonte nutritiva e que pode ser replicada em casa, já que são opções fáceis de se encontrar nas feiras e mercados”, comenta.

Para a cozinheira Nádia Isabel Rossi, que prepara a alimentação de crianças há 16 anos, a novidade é muito bem-vinda. “Nós e as crianças estamos gostando das novidades”, conta.