Jundiaí registra duas mortes por quedas em prédios

A Polícia de Jundiaí vai investigar a segunda morte por queda de prédio em menos de uma semana. Na noite desta terça-feira (22), um homem caiu do 12º andar do edifício Orquídea, no bairro Cidade Jardim. No sábado (19), uma mulher de cerca de 45 anos caiu do 7º andar do prédio onde morava na região do Parque Eloy Chaves e ficou pendurada no 6º andar. Não deu tempo de soldados da Polícia Militar socorrerem ela, porque as mãos escorregaram.

No sábado, além de soldados da Polícia Militar, o médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e socorristas compareceram ao condomínio e levaram a mulher para o Hospital São Vicente de Paulo. Mas ela não resistiu.

Já nesta terça-feira os socorristas do Corpo de Bombeiros realizaram todos os procedimentos possíveis para tentar reanimar a vítima.

O delegado do Plantão Policial de Jundiaí determinou a elaboração de boletim de ocorrência, requisitou as presenças dos peritos do Instituto de Criminalística e ainda dos policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), com a equipe do Gigio, Vanessa, Mário e Taliba.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames necroscópicos.

Os moradores dos dois condomínios – Cidade Jardim e Eloy Chaves – ficaram chocados com as mortes.

JUNDIAÍ

Polícia investiga morte de homem em condomínioA Polícia de Jundiaí vai investigar a morte de um homem na noite desta terça-feira (22) no condomínio Orquídeas, no Cidade Jardim. O homem teria caído do 12º andar. No último final de semana uma mulher morreu depois de cair do 6º andar de um prédio na região do Eloy Chaves, em Jundiaí. Bombeiros foram no prédio do Cidade Jardim e realizaram vários procedimentos para tentar salvar a vítima.

Posted by Jornal da Região on Tuesday, October 22, 2019