Mulher presa com microcelular na genitália

Agentes da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) apreenderam com uma mulher de preso em Franco da Rocha um microcelular que ela levava na vagina. O aparelho foi visto por meio do escâner corporal. A mulher foi presa, o celular apreendido e o preso perderá vários benefícios.

Nas Penitenciárias “Mário de Moura e Albuquerque”, “Nilton Silva” e “José Aparecido Ribeiro”, de Franco da Rocha, houve apreensão de ilícitos com visitantes, durante o final de semana (19 e 20).

Os agentes de segurança penitenciária da PI de Franco da Rocha flagraram duas visitantes tentando levar ilícitos para dentro de unidade prisional.

Com uma delas foram apreendidos 3.360 micropontos da droga sintética K4.

A segunda apreensão foi de um microcelular com chip. O aparelho estava escondido na genitália da visitante e foi localizado a partir de revista mecânica no escâner corporal.

Na PII de Franco da Rocha, a droga sintética K4 estava escondida no absorvente íntimo da visitante. No total, foram apreendidas 78 unidades do entorpecente.

Já na PIII, a visitante tentou entrar na unidade prisional levando maconha em sua perna. Nas duas situações o flagrante aconteceu a partir da análise das imagens do escâner corporal, que indicou anormalidades com as visitantes.