Clínica da Família é apresentada para Região de Campinas

Mais uma vez, o modelo de atendimento em saúde Clínica da Família, implementado pela Prefeitura de Jundiaí no vetor oeste e que será expandido para mais localidades da cidade, foi tema de apresentação como exemplo de serviço resolutivo e humanizado para secretários de saúde da Região Metropolitana de Campinas (RMC).

O exemplo de sucesso no atendimento conquistado por Jundiaí servirá de exemplo para o desenvolvimento de um modelo padrão para as 20 cidades integrantes do grupo, que conheceu o serviço baseado em Estratégia de Saúde da Família (ESF), durante a reunião temática, realizada na Agência Metropolitana de Campinas (Agemcamp).

Em Jundiaí, o modelo será ampliado para mais bairros, como Vila Hortolândia e Ponte São João. Na opinião do prefeito Luiz Fernando Machado, o interesse de outras cidades em conhecer o sistema jundiaiense é mais um reconhecimento da eficiência e resolutividade diferenciadas promovidas pelo projeto. “A Saúde é prioridade para a atual gestão, com ações focadas na humanização e resolutividade nos atendimentos à população. A Clínica da Família contempla todos os quesitos”, detalhou ele.

O prefeito ainda destacou que a Clínica da Família completará um ano em dezembro e já se destaca nacionalmente, recebendo o Prêmio Inovacidade, do Smart City Business Congress, em São Paulo, no Centro de Estudos e Debates Estratégicos (CEDES), em Brasília, em grupo específico sobre o debate de Cidades Inteligentes.

A apresentação em Campinas, feita pelo gestor da Unidade de Gestão de Promoção (UGPS), Tiago Texera, detalhou o sistema inaugurado em dezembro de 2018 e que já eliminou a fila de espera para exames de ultrassom, Raio-x, eletrocardiograma e análises laboratoriais além da demanda de ortopedia.

“Construído para oferecer resolutividade no atendimento da população, a Clínica da Família Novo Horizonte representa avanços no atendimento em saúde, pois reduz as perdas de consultas com o atendimento feito em acesso avançado – quando a pessoa busca pelo serviço e é atendida imediatamente ou agendada para os próximos dias – e, com a oferta de exames no mesmo complexo a resolutividade é de 80%. Os programas ‘Posso Ajudar’ e ‘Guardião da Saúde’ são diferenciais de excelência que serão replicados, juntamente com o modelo de atendimento”, detalha o gestor.

Para o diretor técnico da Agemcamp, Hélio Muscio Filho, após o conhecimento dos detalhes da implementação do serviço, o próximo passo será debater mais as necessidades de cada município para chegar a um modelo padrão para ser aprovado pelo Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas. “Isso vai levar algum tempo ainda. Precisamos fazer várias reuniões até finalizar, mas foi muito estimulante e desafiadora a apresentação. Tivemos um debate muito criativo e enriquecedor entre as cidades. Os municípios solicitam, há algum tempo, para Agemcamp um projeto direcionado para atenção básica regional. A maioria já conhecia de maneira superficial o caso de Jundiaí, mais hoje eles conheceram os detalhes. Logo faremos uma visita em Jundiaí para conhecer pessoalmente”, comenta.