Mãe é presa pela morte da filha recém nascida

A Polícia Civil de Várzea Paulista determinou a prisão de uma jovem de 25 anos, acusada de matar a própria filha recém nascida.

O Hospital Universitário de Jundiaí recebeu a mãe necessitando de atendimento médico após o parto e quis saber onde estava a bebê. A mãe confessou para guardas municipais de Várzea Paulista que havia jogado a criança em um terreno, nos fundos da casa da tia.

Quando os policiais foram na residência encontraram a bebê já morta, com uma sacolinha de supermercado que causou sufocamento. Segundo a Guarda Municipal de Várzea Paulista, os médicos constataram que a bebê nasceu perfeita, com 50 centímetros e 3 quilos.

Os familiares da jovem não sabiam que ela estava grávida e teve a criança no banheiro. Nem que tinha jogado a bebê no terreno baldio.

O delegado de Várzea Paulista, Marcel Fehr, determinou a elaboração de boletim de ocorrência e vai encaminhar o caso para a Justiça.