Bocalon diz que usou verba para socorrer a população

O ex-prefeito de Itupeva, Ricardo Bocalon, se defende de ação civil pública da Justiça do município, que o condenou por utilizar R$ 1,4 milhão de convênio “para outras finalidades”.

Bocalon enviou resposta ao “Jornal da Região” destacando que na época existia uma grave crise econômica quer persiste até agora e a Prefeitura se viu diante de enchentes que arrasaram vários bairros, necessitando socorrer a população.

Muitas famílias perderam tudo o que tinham nos alagamentos, a Prefeitura teve de comprar materiais, remédios e outros itens para atender as pessoas afetadas.

“Como não poderia deixar de ser, os valores foram todos aplicados em prol do município, que teve necessidades urgentes”, diz o ex-prefeito, lembrando que ” eventos naturais (enchentes) que devastaram a cidade de Itupeva no ano de 2016.”.

Defesa

Ricardo Bocalon vai se defender no Tribunal de Justiça. Ele disse ainda: “A administração municipal priorizou serviços básicos como saúde, educação, desenvolvimento social e o atendimento aos atingidos pelas enchentes.  A obra foi executada e medições estão nos autos comprovando a execução da obra. Sempre zelamos e pensamos no bem estar dos munícipes e isso a Justiça há de reconhecer.”