Bocalon é condenado por improbidade administrativa

O ex-prefeito de Itupeva, Ricardo Bocalon, foi condenado pela Justiça por improbidade administrativa. Segundo a decisão da juíza Camila Corbucci Monti Manzano, ele teria usado quase R$ 1,4 milhão de um convênio para outra finalidade quando era prefeito.

Pela decisão, Ricardo Bocalon terá de ressarcir os cofres públicos com o valor integral do convênio, mais correção, além de pagar uma multa de R$ 300 mil. Ainda segundo a decisão, o ex-prefeito ficaria inelegível por cinco anos.

A ação refere-se ao convênio destinado para a construção do parque linear, cujos recrusos teriam sido utilizados para outras finalidades, o que é proibido por lei.

A obra, que foi iniciada e não concluída, tinha custo previsto de R$ 2, 6 milhões.

A advogada de Bocalon disse que vai recorrer da decisão.