Delegado manda prender motorista de van

O delegado Felipe Carbonari, do Plantão Policial de Jundiaí, determinou a prisão do motorista da van que invadiu uma lanchonete com o veículo, no Jardim Tamoio, e causou a morte de Thamyres Soares Marques Jacinto, de 29 anos e ferimentos em outras três pessoas.

Os guardas municipais Modesto e Anderson, que atenderam a ocorrência, afirmaram no Plantão da Polícia Civil que o motorista, de 41 anos, morador no bairro do Anhangabaú, em Jundiaí, tinha comportamento típico de quem estava embriagado. Em sua cueca foi achado um pino de plástico semelhante ao usado para acondicionar cocaína, que estava vazio.

Diante dos fatos o delegado requisitou uso de bafômetro, que deu baixo índice de uso de álcool.

O motorista da van concordou em fazer exame de sangue, para análise toxicológica.

Segundo relatos de testemunhas, a van não fez a curva da rua José Lins do Rego e entrou no imóvel, atropelando, em alta velocidade, as pessoas que estavam na calçada e no interior da lanchonete.

Uma jovem de 17 anos foi conduzida ao Hospital Universitário e está em recuperação.

No Hospital São Vicente, uma médica disse aos policiais que as vítimas não tinham condições de dar depoimentos. Uma delas passaria por cirurgia e o estado era gravíssimo.

O motorista da van foi conduzido ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista e vai aguardar decisão da Justiça.

 

Foto do leitor Alex Morais