Beco da Fepa é o novo cartão postal de Jundiaí

Pelas mãos de cerca de 60 artistas locais e da capital e com reconhecimento internacional, Jundiaí ganhou um novo cartão postal: o “Beco da Fepa” – inspirado no Beco do Batman de São Paulo. A intervenção artística no muro, com 140 metros de extensão e 3 metros de altura, ocorreu neste domingo (13), com a participação de crianças, jovens e adultos da comunidade.

O que era cinza rapidamente ganhou cores e vida. Em cada desenho, um pouco da história do Jardim Fepasa, onde moram cerca de 380 famílias e 1800 pessoas. A ação, que integra o projeto Fepasa Viva, foi articulada por meio da Rede Jundiaí de Cooperação, vinculada à Unidade de Gestão de Governo e Finanças. “Chegamos ao bairro por causa de uma questão específica e vimos que era preciso ampliar. Reunimos o poder público com o privado e a comunidade para dialogar. Foi feito um planejamento, iniciando com cursos, visando a empregabilidade. Continuamos o processo, chegando hoje ao Beco da Fepa, que é o sinal da transformação da comunidade. Um dos objetivos da gestão do prefeito Luiz Fernando é a mudança positiva da comunidade, partindo também das mãos dos moradores e contando com auxílio da iniciativa privada, juntamente com o Poder Público”, explica o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi.

 

Satisfação

Em meio a tanta história, uma imagem que a cada pincela chamava a atenção era a de Tomé Zabelê, músico e líder comunitário que marcou a história do Jardim Fepasa. Um dos responsáveis pela homenagem, pedida pelos moradores, foi o artista Twilê Jorge. “Está sendo muito gratificante participar, deixar grafado o Tomé aqui. Muitas crianças ainda não sabem o que ele fez pela comunidade. Será a oportunidade de conhecer e valorizar sua trajetória. ”

Para o artista plástico Didu Losso, patrocinado pelo Tauste Social, a ação, mais do que deixar o espaço bonito, também promoveu a união. “A arte é capaz de promover união, amor e dignidade. Temos aqui artistas da capital e locais, de diversas modalidades, dando o seu melhor, dando vida, esperança e progresso para esse bairro. Estou feliz por participar dessa transformação.”

Jensen Silva, o Jen-Jay, do Coletivo The King´s, um dos responsáveis pelo projeto artístico, ficou igualmente satisfeito com o resultado. “É emocionante. Tudo começou com uma ideia. Agora, não tem quem não vai saber que aqui é o Beco da Fepa.”

Morando no bairro há 30 anos, Elisabete Ribeiro Santiago da Silva, fez questão de comentar sobre sua nova vista. “Vou sair de casa todos os dias e dar de cara com esse muro bonito. Gostei muito. A Fepasa ganha uma cara nova.”

 

Durante o evento, as crianças puderam se divertir com as atividades do programa Ruas do Brincar. “É a integração de todos e a arte sendo utilizada como ferramenta de transformação, neste dia especial”, comemorou o gestor de Cultura, Marcelo Peroni, que prestigiou a ação.

 

Fepasa Viva

O projeto Fepasa Viva foi lançado em agosto de 2018, com o objetivo de empoderar a comunidade do bairro. Todas as atividades desenvolvidas são articuladas por meio da Rede Jundiaí de Cooperação, sendo viabilizadas por parceiros, como o Sistema S (Sesi, Sesc, Senai, Senac e Sebrae), Fundo Social de Solidariedade, Unidades de Gestão da Prefeitura, Projeto Estudar, Proempi (Associação das Empresas e Profissionais do Setor Imobiliário de Jundiaí e Região) e Cijun (Companhia de Informática de Jundiaí). Além de dezenas de cursos, que impactaram mais de 200 famílias e registraram mais de R$ 200 mil de investimentos de parceiros, foi disponibilizada pela Cijun na região da Casa Verde e Casa Azul, a implantação de internet gratuita, o que custou R$ 58 mil.