FMJ ensina como agir em parada cardiorrespiratória

A Liga de Cirurgia Geral e Trauma da Faculdade de Medicina de Jundiaí realizará uma ação no parque da Cidade denominada “MEGA RCP (Reanimação Cardiopulmonar)” no sábado (5), das 9h às 12h. A atividade consiste em ensinar a população como agir em casos de parada cardiorrespiratória. O início das compressões torácicas de forma imediata e efetiva, associado com o acionamento simultâneo dos serviços de emergência, é a maneira mais eficaz de garantir sobrevida daquele que sofreu uma parada.

A Liga tem como função aprofundar conhecimentos na área de cirurgia para os alunos interessados no tema, além de auxiliar na construção de profissionais capazes de transmitir esses conhecimentos para a população, de forma ativa, por meio de atividades práticas, e de forma passiva, através de atendimentos.  O professor coordenador da liga é Mário Jorge de Castro Kodama. “A ideia de promover essa atividade surgiu da percepção pelos profissionais de que a população não é instruída a agir nessas situações, o que acaba atrasando o socorro e diminuindo a sobrevida daqueles que sofrem uma parada cardiorrespiratória”, completa Kodama.

O início das compressões torácicas de forma precoce possibilita que não haja desassistência ao paciente enquanto o socorro não chega, principalmente ao levar em conta que a cada minuto sem as manobras de ressuscitação, há perda de aproximadamente 10% da chance de sobrevivência do paciente. É primordial o acionamento correto dos serviços de emergência imediatamente através dos números 192 – SAMU ou 193 – CORPO DE BOMBEIROS.

No Brasil é possível estimar algo ao redor de 200 mil PCRs ao ano, sendo metade dos casos ocorrendo em ambiente pré-hospitalar, tornando-se um grave problema de saúde pública.