Baile abre a Semana Municipal do Idoso

No Baile da Primavera, que abriu a Semana Municipal do Idoso neste sábado (21), Marilena Peixoto só tinha uma reclamação: falta homem para dançar. “Adoro, venho em todos os eventos do Criju (Centro de Convivência do Idoso). Mas tá sobrando mulher”, brincou. Mas ela já garantiu que estará presente aos próximos eventos da  programação, que prossegue até o próximo dia 27.

A Semana Municipal do Idoso é uma iniciativa da Prefeitura de Jundiaí, organizada pela Assessoria de Políticas Públicas para o Idoso, que integra a Unidade de Gestão da Casa Civil (UGC), e pelo COMDIPI – Conselho Municipal de Direitos da Pessoa Idosa. O baile, realizado na TVTEC (Complexo Argos) abriu oficialmente a programação, com a presença do gestor da UGC, Gustavo Maryssael de Campos, e do assessor de Políticas Públicas para o Idoso, Vitório Angelo Durigati.

Além da pista de dança lotada, o baile também contou com comes e bebes e muita conversa entre amigos, alguns dos quais são frequentadores do Criju desde seu início. “Eu fui uma das primeiras frequentadoras do Criju, há mais de dez anos”, conta Olimpia Brandão. “Não perco os eventos, são sempre ótimos”. Carmem Cerveira e o namorado, Antonio Alves Pereira, também garantiram presença nos eventos da semana. “Estamos sempre no Criju, participando de tudo”, disse Carmem.

 

Índices

O Criju, que este ano completou 11 anos, conta com aproximadamente 700 idosos participantes das atividades, que estimulam a convivência e interação social. E Jundiaí, que contabiliza hoje cerca de 67 mil habitantes maiores de 60 anos – em uma população total de 403 mil, segundo a Fundação Seade –  se destaca como a 7ª melhor cidade brasileira para envelhecer, dentre os 150 municípios com mais de 150 mil moradores pesquisados pelo Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (IDL). Desses 67 mil, 38 mil são mulheres – 9 mil a mais do que homens.

 

Programação

A programação da Semana Municipal do Idoso prossegue neste domingo (22) com vôlei adaptado no Bolão, evento realizado pela Unidade de Gestão de Esporte e Lazer em parceria com a Confederação Brasileira de Voleibol Adaptado (CBVA), e que terá a participação de 11 cidades e cerca de 250 pessoas. Mais informações sobre os eventos da semana podem ser conferidas aqui .