Menina de um ano morre afogada em balde

O delegado do 3º Distrito Policial de Jundiaí, Florisval Silva Santos, determinou abertura de inquérito para apurar a morte da menina Ágata, de apenas um ano. Ela estava no banheiro da casa de uma vizinha, no bairro da Ponte São João, quando se afogou em um balde cheio de água.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi chamado. A equipe médica da Unidade de Suporte Avançado (USA) permaneceu por 40 minutos realizando procedimentos para tentar salvar a vida da criança. Em seguida, com escolta da Guarda Municipal, a menina foi levada até o Pronto Socorro do Hospital Universitário, ficando internada.

Porém, a criança não resistiu e veio a óbito. O delegado vai intimar todas as pessoas que tiveram contato com a criança antes do afogamento, para interrogatório na delegacia.

O corpo da menina foi encaminhado para exames necroscópicos no Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí, sendo liberado para sepultamento no Cemitério do Montenegro, no bairro do Jardim do Lago.