Detran realiza simulações de resgate em Jundiaí

O resgate de vítimas presas em ferragens em acidentes de trânsito é uma operação complexa, que exige preparo técnico, equipamentos modernos e trabalho coletivo dos bombeiros. Tudo isso visando minimizar os abalos emocionais e traumas físicos provocados por um grave acidente.

Essa operação delicada será simulada em Jundiaí às 10h desta quinta-feira, na Praça Governador Pedro de Toledo. O evento faz parte da programação da Semana Nacional de Trânsito, celebrada entre os dias 18 e 25 de setembro em todo o país. A simulação é uma ação conjunta entre o Detran.SP e o Corpo de Bombeiros com objetivo de sensibilizar o público.

Durante 40 minutos, bombeiros utilizarão equipamentos cortantes para retirar uma vítima cenográfica de um carro. Toda a ação poderá ser acompanhada pelo público.

Outras simulações de resgate ocorrerão durante a Semana Nacional de Trânsito na Capital e em cidades do Interior de São Paulo. O salvamento veicular é o procedimento usado para localizar, acessar, estabilizar e transportar uma vítima presa no interior de um veículo, usando técnicas de desencarceramento e extração veicular. Durante as simulações, o Detran.SP vai distribuir material educativo e realizar abordagens com foco na conscientização da população.

Na região também haverá exposição de carros batidos em Itupeva (até o dia 30 de setembro, na rodovia Hermenegildo Tonoli, em frente ao Corpo de Bombeiros) e Vinhedo (até o dia 25 de setembro, no cruzamento das avenidas Independência e Benedito Storani).

Sobre a Semana Nacional de Trânsito
Um dos objetivos é mostrar que o trânsito é uma questão de cidadania e que faz parte do dia a dia de todas as pessoas, convocando-as para refletir sobre a importância de um comportamento mais responsável e mudar de uma vez por todas a atitude.

O Governo de São Paulo, por meio do programa Respeito à Vida, promove e apoia mais de mil iniciativas em todo o Estado durante a Semana Nacional do Trânsito. A mobilização inclui ações de fiscalização e educação com foco na condução responsável e na cidadania em ruas e estradas.

Em outra frente, municípios desenvolvem projetos viabilizados por meio de convênios com o Governo do Estado para evitar acidentes e fatalidades. São R$ 200 milhões em recursos provenientes de multas aplicadas pelo Detran.SP que já financiam mais de 8.500 intervenções de engenharia e ações de fiscalização e educação para o trânsito.