Delegacia da Mulher prende comerciante por ameaças

A delegada da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Jundiaí, Renata Yumi Ono, determinou a prisão de um comerciante de 34 anos por ameaças a uma jovem de 17 anos.

O comerciante, que é casado, teve um relacionamento extraconjugal com a moça. Ela desistiu dele e, a partir daí, passou a receber ameaças de morte pelo telefone celular, por meio de gravações de áudio no WhatsApp.

O comerciante chegou a mandar fotos armado, afirmando que a jovem seria morta e ele não tinha medo da Polícia ou da Justiça.

O homem, que comercializa cigarros contrabandeados do Paraguai foi preso em uma operação conjunta da Delegacia de Defesa da Mulher com a Guarda Municipal.

A investigadora chefe da DDM, Lilian, disse que após as ameças a jovem cancelou o chip de seu telefone celular. Mas as ameças passaram a ser feitas para a mãe da garota, de 48 anos.

As duas foram até o Plantão da Polícia Civil e prestaram queixa contra o comerciante.

A equipe da Delegacia passou a realizar buscas dos locais onde o acusado estava e com apoio da Guarda Municipal ele foi preso e agora ficará na cadeia, até decisão da Justiça.