Feira Internacional divulga Jundiaí como polo de logística

Considerado um dos principais eventos do setor no País, a Brasil Log – Feira Internacional de Logística – foi aberta na tarde desta quarta-feira (11) no Parque da Uva. A expectativa é receber um público de sete mil visitantes durante os três dias do evento, que conta com o apoio da Prefeitura e CIESP.

Jundiaí conta hoje com cerca de 1.300 empresas ligadas à atividade logística, que empregam cerca de 12.500 pessoas. A abertura do evento foi feita pelo prefeito Luiz Fernando Machado, que destacou o valor da atividade para a cidade. “Essa atividade cria um ambiente favorável para a geração de novos negócios”, afirmou.

A abertura também contou com a presença do gestor da Unidade de Gestão de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia de Jundiaí, Messias Mercadante, e de Marcelo Cereser, diretor do CIESP. Em seguida, o prefeito visitou todos os estandes e conversou com expositores.

A entrada da Brasil Log é gratuita, mediante cadastramento pelo site, e já estão cadastrados visitantes de 21 Estados e 169 cidades brasileiras. Entre os visitantes presentes à abertura, um numeroso grupo chamou a atenção: cerca de 50 alunos e os professores do curso de Operador de Movimentação e Armazenagem de Cargas do SENAI de Araraquara.

O professor Alessandro Iagame do SENAI nunca tinha vindo à Brasil Log e aprovou. “Descobrimos o evento na internet e ele chamou nossa atenção, por reunir muitas empresas e ser em um polo logístico. Estou gostando, e meus alunos já estão circulando por aí”, disse.

Entre os mais de 60 expositores, a Prefeitura de Jundiaí conta com dois estandes: o do Fundo Social de Solidariedade e o da Incubadora Tecnológica, que conta com cinco empresas “incubadas” apresentando seus produtos. Airton Borelli, da FB Alimentos e Bebidas, há dois anos na incubadora, mostrava seus patês feitos com biomassa de banana verde. “Nossa expectativa é muito grande, porque aqui poderemos mostrar nossa produção para o público”, afirmou. “É isso que precisamos”.