Jundiaí terá debate sobre inclusão dos autistas

Depois de Bagé e Pelotas, o Seminário TEA: olhares e reflexões chega a São Paulo e escolhe Jundiaí para sediar sua primeira edição no estado. Através de uma abordagem multidisciplinar, profissionais de saúde e educação exploram o tema autismo em diferentes vertentes, mas com um único objetivo: promover conscientização e inclusão.

Além do seminário, que acontece no Hotel Serra de Jundiaí, a partir das 7h30, dois cursos livres serão ministrados no período da tarde de forma simultânea. Um sobre o modelo de tratamento ABA aplicado ao autismo e outro sobre o Atendimento Educacional Especializado (AEE) e autismo.

Denner Pereira, advogado e servidor público da Procuradoria do Estado do Paraná, é um dos palestrantes no evento e traz mais esclarecimentos sobre as políticas públicas que envolvem o autista e a inclusão da pessoa com deficiência. Ele defende que é extremamente importante que pais e profissionais da saúde e educação tenham informações atualizadas sobre o assunto. “Dessa forma, profissionais e famílias têm acesso ao que tribunais de justiça têm decidido quando há algum tipo de omissão de órgãos públicos ou privados”, completa.
Damião Silva, professor universitário e coordenador de inclusão da Faculdade de Medicina da USP e Rita Cóssio Rodriguez, professora da Universidade Federal de Pelotas, coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Cognição e Aprendizagem e do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão da Universidade Federal de Pelotas, também serão palestrantes. Eles abordarão os temas: práticas recomendadas no TEA e a importância da família, e modelos de tratamentos (TCC, ABA, Denver e Teachh), respectivamente.

Mayalle Jurado, fonoaudióloga e mestre em Processos da Comunicação Humana, fecha o time de palestrantes. Com o tema desenvolvimento de linguagem e fala correlacionados com o autismo, Jurado pretende abordar a importância de observar o desenvolvimento de linguagem e mostrará os mecanismos que ajudam a identificar atrasos na fala, sinais do transtorno. “Um professor que tem uma sala com diversos alunos e identifica que um deles está com atraso na fala. Neste seminário, vamos falar sobre isso, de como identificar este atraso corretamente, quando acionar os pais e quando encaminhá-lo para algum tipo de intervenção de um especialista”, explica.

Seminário TEA é promovido pela Saber Incluir em parceria com a Grandin Embrace. As inscrições podem ser realizadas pelo WhatsApp (53) 9919-0930 ou através do https://bit.ly/2PiHohO.

Serviço

Seminário TEA: olhares e reflexões

12 de outubro, das 7h30 às 17h30

Hotel Serra

Av. Comendador Gumercindo Barranqueiros, 80 | Jardim Santa Teresa – Jundiaí – SP