Bom Prato de Jundiaí volta a ser fechado

A empresa que administrava o Bom Prato na rua Vigário J J Rodrigues, no Centro de Jundiaí, o INDESC, anuncia que está encerrando as atividades. O motivo é a falta de diálogo e de medidas por parte da Secretaria de Desenvolvimento Social do Governo do Estado.

Confira a seguir a Nota do Indesc

O INDESC Jundiaí informa, com pesar, o encerramento das suas atividades junto ao Restaurante Popular Bom Prato. Inúmeras foram as tentativas e as medidas com vistas a sensibilizar o Governo do Estado de São Paulo com relação à continuidade das atividades, mas todas as medidas foram infrutíferas.
O Indesc foi responsável pela vinda do Bom Prato ao Município de Jundiaí e ininterruptamente por aproximadamente 13 anos de atendimento de excelência à sua comunidade e entidade parceira do Governo do Estado de São Paulo na política do Bom Prato e esclarece que foi surpreendido com uma manifestação de rescisão, arbitrária e intempestiva, por parte da Secretaria de Desenvolvimento Social, sob argumentos inexistentes e que nunca geraram riscos à população atendida.
O Indesc sempre atendeu a todas as manifestações e as diligências formais encaminhadas por parte das equipes de gestão e de monitoramento e tomou todas as medidas necessárias para o aperfeiçoamento de atendimento ao seu público, inclusive com ótimas avaliações por parte da população.
Buscou diversas medidas junto ao Poder Judiciário para reverter as ilegalidades cometidas pela Secretaria de Desenvolvimento Social, mas infelizmente não teve seus pedidos acolhidos, o que só reafirma a injustiça sofrida pela Instituição. O pior é que quem sofre ao final as maiores consequências é a população mais carente que perde o serviço de excelência que sempre foi prestado ao longo desses 12 anos.
Informamos que até o momento, nenhuma das medidas de recomposição dos danos foi adotada pela Secretaria de Desenvolvimento Social que, em sua manifestação, alega o risco de paralisação das atividades, mas até o momento, pouco fez para o devido reestabelecimento dos serviços à população.
O INDESC, ciente da sua responsabilidade, não interrompeu as atividades, de forma a não prejudicar o atendimento ao público beneficiário, até a data de hoje. Mas a ausência de respostas do Estado quanto ao recurso administrativo interposto, o pedido de mediação e a ausência do termo de encerramento, condição contratual prevista no termo de colaboração, faz com que a Entidade, em seu limite operacional e financeiro, cesse o fornecimento de alimentação de qualidade à população de Jundiaí e arredores.
Continuamos firme no propósito de bem servir à população e desejamos que tal situação seja revertida. Infelizmente houve, por parte da equipe gestora da Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, uma sucessão de negativas frente às justificativas resolutivas do INDESC, não importando, ao que parece, as medidas adotadas. E todas as medidas foram no sentido de aperfeiçoar e qualificar o fornecimento de alimentação de qualidade e a execução devida da Política.
Aguardamos uma posição mais clara quanto à transição e tão logo sejamos procurados pela Secretaria de Desenvolvimento Social, prestaremos informações mais assertivas à sociedade e, especialmente, ao público beneficiário do Restaurante Bom Prato.

De antemão, agradecemos à população beneficiária dos nossos serviços pelos inúmeros anos ininterruptos de proximidade e de crescimento conjunto. Somos cientes das dificuldades e dos anseios do nosso público e estamos na luta por um Brasil, por uma São Paulo e por uma Jundiaí melhores. Como na música, “Amanhã, vai ser outro dia”…

Nota do Governo do Estado

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo (Seds) informa que, em observância à legislação em vigor, rescindiu o termo de colaboração mantido com o Instituto de Desenvolvimento Social e Cultural (INDESC), responsável pela gestão da unidade Bom Prato de Jundiaí. A nova entidade que assumirá a gerência será o Instituto Propav, que vem capacitando seus funcionários dentro dos padrões de excelência exigidos pelo Programa. Em virtude da troca de administração, unidade ficará fechada a partir de segunda-feira, 09/09, e voltará a atender normalmente em até 10 dias.


Esclarecemos, ainda, que a rescisão da parceria se deu em virtude do descumprimento das obrigações assumidas, apesar das inúmeras oportunidades concedidas para regularização, constatadas por meio de comissão de monitoramento e avaliação do programa, a qual fiscaliza os requisitos de qualidade exigidos pelo Bom Prato. A Secretaria informa, também, que cumpriu as obrigações contratuais e financeiras assumidas até a rescisão.

Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo”