Juízes fazem ato contra a Lei do Abuso de Autoridade

Juízes, promotores, escrivães e funcionários do Fórum de Sorocaba realizaram nesta quinta-feira (22) uma manifestação contra a Lei do Abuso de Autoridade, aprovada pelo Congresso Nacional que proíbe por exemplo a investigação de suspeitos de crimes e até mesmo a exposição deles na Imprensa, prevendo penas severas, desde a suspensão do cargo público até pagamento de multas e indenizações para os criminosos.

O desembargador do Tribunal de Justiça, o jundiaiense Cláudio Soares Levada, chegou a ir na terça-feira (20) para Brasília, onde a Associação dos Magistrados Brasileiros realizou um ato de protesto e caminhou até o Palácio do Planalto para pedir ao presidente Jair Bolsonaro a rejeição à lei de número 7596/17.

A lei é considerada como “Estatuto da Criminalidade” e só defende os criminosos e pune quem investiga os atos. A Associação dos Delegados da Polícia Federal e dos Delegados da Polícia Civil também enviaram manifesto publicado pelo “Jornal da Região”.