Jundiaí volta a ser representada no Congresso

O ex-prefeito de Jundiaí, Miguel Hadda (PSDB), volta a atuar como deputado federal, representando a cidade em Brasília, no Congresso Nacional. O período será curto, de quatro meses, em substituição ao deputado Guilherme Mussi (PP-SP), que pediu afastamento por motivos particulares.

Apesar de Jundiaí ter ajudado a colocar vários deputados consagrados no cenário nacional, inclusive artistas, os eleitos não trouxeram nenhum benefício para o município até o momento.

Com a saída de Miguel no fim do seu mandato como deputado, um dos exemplos foi o Grupo em Defesa da Criança com Câncer (Grendacc), que deixou de ter um representante em Brasília para lutar pela instituição que busca manter em funcionamento o Hospital da Criança com Câncer.

Regiões que conseguem eleger deputados recebem por meio de emendas mais recursos para obras para a população. Miguel Haddad conseguiu, por exemplo, vários equipamentos para tratamento de doentes no Hospital São Vicente de Paulo e no Hospital Universitário. Também viabilizou recursos para pavimentações nas cidades da região, como Itupeva, Várzea Paulista e outras.

Miguel Haddad (PSDB) assumirá até o fim do ano a cadeira na Câmara dos Deputados.

Na última eleição Miguel obteve 86 mil votos e ficou como primeiro suplente da sua coligação (PSDB-PSD-DEM-PP).