Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Itatiba é preso

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Itatiba e o pai dele foram presos na manhã desta terça-feira (13), durante a operação “#TudoNosso”, da Polícia Federal, em combate à corrupção na prefeitura de Araçatuba, no interior de São Paulo. Mais de 150 policiais federais estão nas ruas para cumprir 14 mandados de prisão temporária e 37 mandados de busca e apreensão.

As ações ocorrem em Araçatuba, Clementina, Itatiba e Jundiaí, além da capital paulista.

De acordo com a Polícia Federal, em Itatiba foram presos Igor Tiago Pereira, que é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da cidade e o pai dele, José Avelino Pereira, o popular “Chinelo”, empresário e sindicalista apontado como o líder do grupo criminoso. Os dois foram encaminhados para a Polícia Federal para prestarem depoimento.

Segundo a polícia, eles participavam de um esquema que desviava recursos públicos da prefeitura de Araçatuba por meio de contratos fraudulentos.

De acordo com a PF, José Avelino seria o líder do grupo responsável por desviar dinheiro público da prefeitura de Araçatuba por meio de contratos fraudulentos, um deles registrado em nome de Igor Pereira e também em nome de laranjas. Esses contratos, de acordo com a PF.

Na casa do sindicalista, em Itatiba, os policiais apreenderam joias, dinheiro e droga. Já na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Itatiba e Região, presidido pelo filho de José Avelino, a equipe da PF recolheu um malote com documentos.

As investigações tiveram início há dois anos após a PF receber denúncias indicando a prática de crimes de desvios de recursos públicos da Prefeitura de Araçatuba por meio da contratação fraudulenta de empresas prestadoras de serviço.

Os presos, após serem ouvidos na sede da PF em Araçatuba, serão encaminhados para cadeias da região onde permanecerão custodiados à disposição da Justiça Federal.