Moradores escolhem nome para projeto no Tamoio

A superintendente da Fundação Municipal de Ação Social (Fumas), Solange Marques, recebeu os futuros moradores da área que será objeto de loteamento e de regularização fundiária no Jardim Tamoio. O motivo da reunião era a escolha do nome para o projeto, que se encontra em aprovação nos órgãos competentes.

“A condição para o atendimento das famílias neste projeto habitacional de interesse social é de que não possuam imóveis e elas próprias possam edificar suas moradias”, explicou Solange, lembrando que o projeto é constituído de 31 lotes. “Já temos quatro famílias que residem no local, e as outras 27 foram indicadas dentre as que permaneceram nos núcleos da Baixada do Paraná, Jardim Tamoio e Hospital Psiquiátrico, ou que eram originalmente de um destes pontos, mas aguardavam como beneficiárias do auxílio-moradia”.

A escolha do nome do projeto foi por meio de votação entre as famílias presentes. Dos oito nomes apresentados, os três mais votados foram, nesta ordem: RECANTO NOVO, RECREIO TAMOIO e RECANTO DOS SONHOS. “Sempre escolhemos três nomes para não ocorrer problema com duplicidade com outros empreendimentos”, explicou Solange.

A Fundação ficará responsável pela contratação de todos os projetos, aprovação e regularização dos projetos nos órgãos competentes, assim como a execução de todas as obras de infraestrutura no local (terraplenagem, drenagem, redes de água e esgoto, iluminação pública, pavimentação, guias e sarjetas). “A Fumas também fará a elaboração e aprovação dos projetos das edificações das moradias e o acompanhamento das obras, que será de responsabilidade de cada morador”, salientou a superintendente.

***