Justiça dá posse aos novos juízes eleitorais de Jundiaí

A Justiça Eleitoral em Jundiaí passa a ter o comando de novos juízes para as Eleições 2020. A posse dos novos diretores que serão encarregados da organização da votação para escolha dos novos vereadores e prefeito no ano que vem ocorre nesta sexta-feira, dia 09. Não haverá solenidade, mas o início dos trabalhos para dois juízes da Vara da Família. O juiz Maurício Garibe, da 1ª Vara Criminal, continuará na função de diretor da 65ª Zona Eleitoral até 06 de janeiro de 2021.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a juíza Valéria Ferioli Lagrasta, da 2ª Vara da Família e das Sucessões, será a responsável por analisar crimes eleitorais praticados pelos candidatos por meio de veículos de comunicações e recebimento das denúncias feitas pelo Ministério Público. A juíza ficará na função até 8 de agosto de 2021.

Para  o comando da 281ª Zona Eleitoral será o juiz da 3ª Vara da Família, doutor Grakiton Satiro Aragão, que também fica no comando até o dia 8 de agosto de 2021.

O juiz Jefferson Barbin Torelli, que comandou as últimas eleições para prefeito e vereadores em Jundiaí, elogiou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pela organização e planejamento.

Plantão Eleitoral

Neste sábado (10), a Justiça Eleitoral realiza novo plantão da biometria nas cidades de Jarinu e Itatiba, que ainda não concluíram o trabalho de atualização cadastral da população. Os cartórios e postos de atendimento das 8 às 13 horas. O eleitor deve fazer agendamento na internet, para maior conforto.

Por sua vez, as unidades do Poupatempo com serviços eleitorais seguirão o seu funcionamento normal, com horários distintos a depender do local.

Este será o quinto plantão do ano, ocorrendo sempre uma vez por mês aos sábados, no intuito de facilitar o comparecimento dos cidadãos que não têm disponibilidade no horário normal do expediente dos cartórios eleitorais (de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h).

O prazo para eleitores de Itatiba e Jarinu fazerem cadastramento da biometria termina no dia 19 de dezembro deste ano.

Nas últimas ações, o índice de comparecimento do eleitor tem crescido significativamente: em 13 de julho, foram registrados 44.281 atendimentos, representando um crescimento de 10,6% em relação ao anterior, em junho, que atingiu a marca de 40.038. O primeiro plantão, em abril, totalizou 29.540 documentos emitidos e o segundo, em maio, 29.264.

Com esses números, a campanha da divulgação da biometria do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) se fortaleceu. Dos 32,9 milhões de eleitores no Estado, 18,3 milhões já fizeram o cadastramento, o equivalente a 55%.

Em 479 municípios paulistas, a biometria é obrigatória. Nessas localidades, o cidadão deve se cadastrar neste ano, sob pena de ter o título eleitoral cancelado.

De qualquer forma, mesmo nos municípios sem a obrigatoriedade, o TRE-SP recomenda que o eleitor se adiante e aproveite a oportunidade do plantão para comparecer ao cartório ou posto atendimento, com o objetivo de evitar filas em um momento posterior, dado o provável aumento da procura.

O procedimento, envolvendo a coleta de impressões digitais, fotografia e assinatura digitalizada, dura cerca de 15 minutos.