Edição especial esquenta o “Domingo no Parque”

Conhecer os prédios e monumentos que fazem parte do patrimônio histórico de Jundiaí foi a maior atração, neste domingo (4) da edição especial do Domingo no Parque, que celebrou o Mês do Patrimônio. O evento contou com saídas, a partir do Parque da Uva, para o programa Caminhos do Centro Histórico, em um veículo que também é uma atração à parte: um ônibus de 1978 da São João Turismo – o “Carro 21” – totalmente restaurado. O passeio percorreu pontos que compõem o Passaporte Cultural – Guardiões do Patrimônio, como Museu da Companhia Paulista, Ponte Torta, Pinacoteca, Teatro Polytheama e Gabinete de Leitura Ruy Barbosa.

As estudantes Camila Bandeira e Denise Conelhero chegaram uma hora antes para garantir lugar na primeira saída do ônibus, as 10h30. “Tentei fazer esse passeio cultural no ano passado e não consegui, porque perdi a data; agora não vou deixar escapar”, disse. “É uma oportunidade muito legal de conhecer pontos turísticos e culturais da cidade, e o melhor, de graça!”

O Domingo no Parque também contou com diversas opções gastronômicas dos permissionários das feiras e varejões municipais e artesanato com os artistas do programa Jundiaí feito à Mão, além de apresentações musicais e aula aberta de dança. Quem foi ao parque usando o transporte público pagou apenas 1 real pela passagem, já que estava em vigor a Tarifa Social de ônibus; quem foi de carro estacionou gratuitamente pela entrada lateral na avenida Dona Manoela Lacerda de Vergueiro.

A criançada se divertiu com as intervenções culturais realizadas pelo parque, com a Rua de Brincar, atividades voltadas para a Primeiríssima Infância e brinquedos infláveis. Silvio Oliveira veio com a esposa Angela Maria e os filhos, Kelvin e Sarah, para aproveitar os brinquedos – e nem o frio foi capaz de deter as crianças. “Viemos na edição passada do Domingo no Parque e gostamos muito. A Sarah acordou às 7h e já queria vir para cá”, disse.