Dono de chácara recebe assaltantes a tiros

A Polícia Militar prendeu nesta quinta-feira, dia 01, um assaltante que foi baleado depois de tentar roubar uma chácara na cidade de Jarinu. A vítima viu quando ladrões entraram em sua chácara e reagiu. Ela tinha arma em casa.

O acusado, Guilherme, foi deixado pelos comparsas, baleado, no Hospital de Clínicas de Campo Limpo Paulista.

O delegado da cidade, Adalberto Ceolin, indiciou o morador da cidade em flagrante por tentativa de roubo.

Como Guilherme estava ferido e precisava de cirurgia, foi levado ao Hospital São Vicente de Paulo, em Jundiaí.

O leitor do “Jornal da Região”, Rodrigo Nascimento, enviou foto da operação montada pela Polícia Militar, para tentar localizar o restante da quadrilha.

Os bandidos fugiram em uma Captiva, roubada na cidade de Várzea Paulista, de placas DOH 0008, na cor prata. O veículo e os dois comparsas não foram localizados.

O delegado Adalberto Ceolin determinou aos investigadores da cidade apoio à Polícia Militar, nas buscas aos demais integrantes do bando.

A ocorrência

Segundo os policiais militares Adriano e Resente, por volta de 10h10 da manhã eles receberam chamado do Controle da PM, no 190, dando conta de disparos de tiros na chácara em Jarinu.

Eles foram até o local e o proprietário comentou que havia trocado tiros com assaltantes.

A vítima chegou a fugir dos ladrões para o mato, mas com a presença dos policiais, se apresentou, entregando também sua arma, que foi apreendida.

Segundo o dono da chácara, os roubadores fizeram vários disparos em sua direção, sendo encontrados no local vários cartuchos de calibre .380 mm. Sendo ainda dois cartuchos intactos, do mesmo calibre.

A vítima relatou aos policiais que havia alvejado um dos assaltantes, sendo que logo em seguida os militares receberam informação de que realmente um deles deu entrada no hospital de Campo Limpo Paulista, baleado no antebraço esquerdo.

A vítima acredita que tenha alvejado mais um dos assaltantes.

O meliante recebeu voz de prisão no próprio hospital, sendo a ocorrência apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Campo Limpo Paulista, onde o auto de prisão em flagrante foi lavrado, sendo posteriormente encaminhado à Delegacia de Jarinu.

Foi requisitado exame pericial para o local dos fatos, comparecendo ali a perita Carolina. Foi requisitado exame residuográfico para as mãos da vítima, bem como do preso.

Foi apresentada documentação da arma da vítima, verificando que a mesma se encontra regularmente documentada para a posse. Sendo assim, a arma foi apreendia para exames periciais, e será encaminhada ao Instituto de Criminalística.

Investigações

O delegado Adalberto Ceolin acredita que o bando é o mesmo que vem aterrorizando moradores de residências na região. Ele pede para quem tiver informações que entre em contato com a Polícia, pelo telefone 181. Não é necessário se identificar. O número não possui identificador de chamadas.

 

Cápsulas deflagradas durante o confronto com o dono da chácara

A placa da Captiva roubada em Várzea Paulista e usada para o roubo da chácara

A arma do morador da chácara, que foi apreendida para a perícia da Polícia Científica