Estaçãozinha recebe evento cultural

As ruínas da Estação Jundiahy-Paulista, ao lado do Viaduto São João, recebem um encontro especial de ferroviários e moradores no dia 3 de agosto, sábado, das 9 às 13 horas. Estão previstos a chegada de locomotiva, coral, dança cigana, música orquestral, carro antigo, caminhada nos trilhos e maquete de trem em miniatura. Tudo aberto por um ato ecumênico em honra aos ancestrais que viveram a ferrovia na cidade.

 O encontro, que marca a 2ª fase da campanha “Estaçãozinha Pede Socorro”, foi incluído na programação do Mês do Patrimônio de Jundiaí que ocupa todo o mês a partir do dia 1º.

Lançada em outubro do ano passado, tem reunido voluntários e chegou a contar com 700 pessoas no evento de Natal, quando trouxe uma parada do trem iluminado para a cidade. A nova fase começou em maio, com a cessão das ruínas para o Instituto Envelhecer (criado há quase vinte anos como Associação de Preservação da Memória da Companhia Paulista). As prioridades até julho de 2020 são a limpeza, as medições e a coleta de depoimentos.

A Estação Jundiahy-Paulista, aberta em 1898 e queimada em 2018, é o marco zero da Companhia Paulista e, tanto como a sua parte física, é uma referência da memória social e da paisagem urbana. Os participantes da campanha viram como positivo o anúncio recente de reforma no Viaduto São João, construído em 1950 com duas escadarias ligadas às plataformas da estaçãozinha.

Veja os livretos do que foi feito até agora:

http://institutoenvelhecer.org.br/artigos

Ouça o podcast sobre a estaçãozinha:

https://www.iocomunica.com/category/contatos-imediatos/

Agende os eventos do mês do patrimônio:

https://cultura.jundiai.sp.gov.br/mesdopatrimonio/