Inaugurada ciclovia na Nove de Julho

O prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, inaugurou nesta terça-feira, dia 9 de Julho, a ciclovia da Avenida Nove de Julho, desde o trecho da nova praça da Rodoviária até o JundiaíShopping. O evento ocorreu durante a solenidade de comemoração da Revolução Constitucionalista.

“Espaço público bom é aquele que as pessoas utilizam, e aqui temos um exemplo, com as pessoas utilizando a ciclovia antes mesmo de sua inauguração”, afirmou Luiz Fernando.

Ao final, pediu uma salva de palmas para os ciclistas do Programa de Esportes e Atividades Motoras Adaptadas (Peama) – que, ao lado do grupo internacional de ciclistas Seven Bikers, “estreou” oficialmente a ciclovia.

Este é o segundo endereço incluído no projeto histórico-cultural da Prefeitura de Jundiaí cujas obras contemplam esse conceito. O primeiro foi a praça Mario Magaglio, na avenida dos Imigrantes, na Colônia, em frente ao Terminal de ônibus do bairro, entregue em abril.

O espaço da Nove de Julho conta com um novo paisagismo e uma ciclovia de 2.915 metros. Também foram instaladas placas que contam as histórias da rodovia Anhanguera, da Rodoviária e da própria avenida Nove de Julho.

A solenidade de entrega ocorreu em dois momentos. Primeiro na Praça do Maçom, com a presença de representantes das lojas maçônicas. A seguir todos se deslocaram para as proximidades da rodoviária, onde o trecho de ciclovia foi entregue oficialmente.

O evento também contou com homenagens aos jundiaienses que fizeram história no ciclismo – Antonio Thomazzi, Israel Bernardi e Wagner Ienne. Thomazzi, aos 81 anos, cuida da preparação e adaptação de bicicletas do PEAMA e trabalha com bicicletas desde 1957. “É uma iniciativa ótima. Certamente vai inspirar muita gente a pedalar”, afirmou. Lanei Poll, integrante do Seven Bikers, contou que já havia “inaugurado” a ciclovia há muito tempo. “Já circulo frequentemente por aqui, principalmente à noite. Essa estrutura fortaleceu muito a passagem dos bikers, garantindo mais segurança”, disse.

Ciclovias

O prefeito Luiz Fernando disse que ainda há projetos para construções de ciclovias até o Terminal Central pela Nove de Julho, da Avenida Jundiaí até a marginal do Córrego das Valquírias e nas avenidas Osmundo dos Santos Pellegrini, Henrique Brunini (Fazenda Grande), José Benassi (Fazenda Grande) e Prefeito Luis Latorre.

Ao todo, estão previstos cerca de 15 km de ciclovias implantadas na cidade.

Outras praças também serão revitalizadas com o mesmo conceito histórico-cultural. São elas: Vale Azul (já em andamento), Praça da Bíblia e dos Vinhedos (entre a avenida Antonio Frederico Ozanan e a Rodovia Vereador Geraldo Dias), praças Moacir Risso e Doutor Tito Prates da Fonseca (na avenida 14 de Dezembro) e Professor Milton Santos (avenida União dos Ferroviários).