Cooperação qualifica a Patrulha Maria da Penha

A partir desta quinta-feira (4), o município de Jundiaí passa a contar com mais um trabalho especializado da Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ): é o programa Patrulha Guardiã Maria da Penha, uma iniciativa que reforça o compromisso da atual Administração em promover maior segurança às mulheres, numa esfera mais abrangente àquelas que contam com as medidas protetivas contra seus agressores.

Para isso, o prefeito Luiz Fernando Machado; os gestores Gustavo Leopoldo Caserta Maryssael de Campos – Casa Civil, e Paulo Sérgio de Lemos Giacomelli Stel (Jacó) – Segurança Municipal; o comandante da instituição, Benedito Marcos Moreno; e a assessora de Políticas para as Mulheres, Penha Maria Camunhas Martins; acompanharam a assinatura do Termo de Cooperação Técnica firmado entre o Ministério Público do Estado de São Paulo e a Prefeitura de Jundiaí, com a presença das promotoras de Justiça, Valéria Diez Scarance Fernandes (coordenadora do Núcleo de Gênero do MP de São Paulo); e Cláudia Eda Büssen, de Jundiaí.

“Iniciativas como estas são essenciais para melhorarmos cada vez mais a prestação de serviços. A qualidade e a seriedade que faz de Jundiaí uma das melhores referências no país, uma história de confiança e credibilidade: com a gestão inteligente dos setores envolvidos, de maneira muito especial junto aos anseios e necessidades da população. A proposta de hoje fortalece a boa relação entre as instituições, o absoluto empenho de todos pelo cidadão de bem”, declarou o prefeito.

 

Capacitação

Além dos cursos já realizados anteriormente, a Patrulha Guardiã Maria da Penha – formada pelas GMs Melo (coordenadora) e Garbim; também os GMs Pontes e Carvalho (ambos no suporte operacional) – participou nesta quarta-feira, no Ministério Público, da I Formação para Integrantes do Projeto Guardiã Maria da Penha em Jundiaí, ministrado pela promotora Valéria Fernandes. Em apoio e reforçando a atuação do grupo, também passaram pela capacitação mais 16 guardas municipais, coordenados pelo subinspetor Mauro Rodrigues de Castro Jr.

“Este projeto é considerado um dos mais importantes do Ministério Público do Estado. O salva-vidas, uma vez que todos nós sabemos que o lugar mais perigoso para as mulheres é dentro de suas próprias casas: o Patrulha as protege, garante a segurança. Hoje o maior ganho é dos GMs que se qualificam. Todos nós que atuamos neste setor público específico temos um sonho, uma grande missão a cumprir: salvar vidas. Transformar a realidade muitas vezes tão cruel”, ressaltou a promotora.