Jundiaí zera fila para raios-X e ultrassom no Vetor Oeste

Com seis meses de funcionamento, os equipamentos de diagnóstico por imagem instalados no complexo da Clínica da Família e Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24H) Vetor Oeste realizaram 14 mil procedimentos e zeraram a fila de espera dos exames de raio-x e ultrassom para os pacientes das oito Unidades Básicas de Saúde (UBSs) referenciadas. Jundiaí é reconhecido nacionalmente pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) como a cidade com mais de 300 mil habitantes que mais investiu em saúde de forma per capita, no ano de 2017, com valor de R$ 926,62 por habitante.

“Priorizar o melhor atendimento em saúde é o norte da nossa gestão. Quando lançamos o modelo de assistência em saúde elaborado com a junção de um equipamento de Atenção Básica e outro de atendimento de urgência e emergência, conseguimos oferecer resolutividade para a população da Região Oeste, que tem mais de 140 mil pessoas, ou seja, quase um quarto dos habitantes de Jundiaí. A inovação com programas ‘Posso Ajudar’ e ‘Guardião da Saúde’, em parceria com a resolutividade trazida pelos procedimentos diagnósticos já garantiram o Prêmio Inovacidade para a Clínica da Família, divulgado na última semana. O modelo será aplicado em outros bairros”, comenta o Prefeito Luzi Fernando Machado.

A implantação do modelo de atendimento em saúde garantiu, em seis meses, o fim da fila de espera para a realização dos exames de raio-x e ultrassom para as oito Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da Região Oeste (Clínica da Família, UBSs Sarapiranga, Eloy Chaves, Traviú, Retiro e Guanabara, além da Nova UBS Tulipas). Antes da implantação dos equipamentos, o usuário aguardava a demanda de toda a cidade, o que poderia superar os 60 dias de espera. Agora, em no máximo 30 dias as solicitações são atendidas. Com a oferta dos exames específicos para a Região Oeste foi possível ampliar em 33% o número de ultrassons e 50% em raio-x para toda a cidade.

“A regionalização dos procedimentos diagnósticos acelera o atendimento, reduz deslocamento da população para o Centro, facilitando o acesso. A resolutividade é o grande ganho propiciado pelo sistema, que será ampliado para mais regiões da cidade. Desta forma, todos os vetores da cidade poderão contar com atendimento de excelência, próximo de casa”, comenta o gestor da Unidade de Gestão de promoção da Saúde (UGPS), Tiago Texera.