Itupeva pode se transformar em Distrito Turístico

A criação do Distrito Turístico de Itupeva ganhou mais um importante capítulo. O prefeito Marcão Marchi, na companhia do vice-prefeito e secretário de Governo, Alexandre Ribeiro Mustafa, participou de uma reunião para tratar sobre o assunto. O encontro realizado no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado contou com a presença do presidente do Consórcio do Circuito das Frutas e prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, além dos secretários estaduais Vinicius Lummertz (do Turismo) e Antonio Carlos Malufe (da Casa Civil).

Segundo Luiz Fernando Machado, a ocasião foi pertinente para tratar sobre o entendimento da região visando sua potencialização, a partir do momento em que o Distrito Turístico for consolidado. “Nós temos a garantia e a certeza que a indústria do turismo é limpa, gera receitas, empregos, oportunidades e precisamos potencializar o município de Itupeva, a fim de que, todas as demais cidades tenham alcance aos mesmos reflexos. Portanto, estou muito feliz em poder ouvir de muitos secretários do estado, inclusive do Turismo e da Casa Civil, que este também é um objetivo do Governo de São Paulo”, afirma.

Por sua vez, o prefeito Marcão Marchi, demonstrou otimismo quanto à evolução das tratativas e comentou sobre a importância da criação do distrito, tendo em vista que, na atualidade, o projeto, que envolve as empresas  Wet’n Wild, Outlet Premium e Shopping Serra Azul, recebe anualmente 10 milhões de visitantes, gerando 5 mil empregos. “Nosso argumento nesta reunião com os membros do governo do estado teve como foco o futuro, pois a partir da criação do Distrito Turístico, os números relacionados aos visitantes e empregos aumentarão e com o projeto aprovado, Itupeva, Jundiaí, Louveira e Vinhedo serão beneficiadas com este desenvolvimento”, destaca.

Para secretário de Turismo, Vinicius Lammertz, existe uma grande perspectiva para a concretização do Distrito Turístico. “Estou muito otimista sobre este assunto. No local em questão, o polo já funciona há mais de 27 anos, por meio de parques temáticos, Outlet e todo conjunto que envolve quatro municípios, numa via de alto acesso e velocidade, concentrando um potencial de 10 milhões de visitantes. Ou seja, já estamos no meio do caminho. Portanto, o que precisa é transformar isso num programa de expansão, baseado em incentivos de indústrias, a fim de criar uma área especial de desenvolvimento. Além disso, será necessário o encaminhamento do projeto à Assembleia, mas antes disso também é imprescindível o Plano Diretor da região, que está sendo feito em conjunto pelos municípios. Somente assim, teremos uma proposta mais concreta para sua implementação”, confirma.