DIG soluciona série de furtos em centro logístico

Os policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí solucionaram uma série de furtos que vinha ocorrendo em um centro logístico da Rodovia dos Bandeirantes.

Desde o mês de fevereiro deste ano a empresa registrava “sumiço” de alguns itens, como 17 aparelhos de TVs – avaliados em R$ 5 mil – e pneus.

O fato foi comunicado ao delegado de Louveira, Fernando Iwanaga, que repassou o caso para a DIG.

Os policiais Gigio, Vanessa e Mário iniciaram pesquisas e contaram com a colaboração da empresa, fornecendo imagens dos setores onde ocorriam os “desaparecimentos” dos itens.

Um funcionário foi demitido, após as suspeitas.

Os policiais foram na casa que ele deu no Departamento de RH para ingressar no centro logístico, mas as informações não batiam com o cadastro.

Os investigadores da DIG contaram com o apoio da Guarda Municipal de Cajamar e realizaram várias buscas na cidade de Cajamar.

Em um dos endereços foi localizado um receptador de mercadorias. Com esse receptador foram encontrados alguns dos 20 pneus furtados da empresa da Rodovia dos Bandeirantes.

O receptador revelou que comprava os produtos de um funcionário da empresa.

A partir daí os policiais tiveram o endereço verdadeiro dele, no bairro do Polvilho. O autor acabou preso. Ele vai responder processo pelo furto continuado das 17 TVs e 20 pneus, ao longo dos últimos meses.

Agora, de acordo com o policial Gigio, da DIG, as equipes fazem buscas aos comparsas que trabalhavam no depósito, e auxiliaram na retirada dos materiais.

O caminhoneiro, que era responsável pelas entregas de mercadorias, também está sendo procurado. De alguma forma os produtos eram colocados fora do depósito, junto com mercadorias que iriam para os consumidores. As investigações prosseguem em busca de mais envolvidos.

Os policiais da delegacia já sabem que as TVs, que custavam R$ 5 mil, foram vendidas por R$ 2 mil, em média.

Os compradores dessas TVs vão receber a visita dos policiais e responderão processo por receptação de produto furtado. Caso eles queiram evitar problemas com a Polícia na porta de casa devem comparecer na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) para apresentação das mercadorias, procurando a equipe Apolo 3.