Trader ensina 3 dicas para investir na bolsa de valores sem medo

Hoje sabemos que a possibilidade de investimento na Bolsa de valores e a entrada de novos investidores no mercado financeiro está mais facilitada do que nunca no Brasil. O que era tabu no passado, restrito a uma minoria privilegiada, hoje esta se tornando algo possível e ao alcance de todos.

O day-trader e especialista da Bovespa Bruno Dias revela que o segredo está no conhecimento: “muitas pessoas tem curiosidade sobre o Mercado de Ações, de como proceder e o que fazer neste mercado. Um mercado tão flutuante como este traz consigo ainda alguns medos e incertezas no imaginário popular, em especial para os que pretendem começar a investir”. 

Bruno Dias traz três dicas para investir sem medo no mercado de ações

Conheça o histórico da empresa

A primeira dica que dou é sempre que for comprar um título de ação de uma empresa recomendo fazer sim uma análise profunda da mesma, pra conhecer o histórico dela. O valor de mercado de uma empresa tem a ver com sua reputação, assim como as projeções futuras de valorização dos títulos.

Compre ações com recursos adicionais

A segunda dica é na hora de compra de ações usar um dinheiro que não lhe fará falta, pensando no longo prazo, pois sabemos que o mercado tem sim seus riscos. Por isso que não recomendo fazer empréstimos para investir em ações, nem usar recursos que já estejam comprometidos com outras dívidas. 
Não é necessário começar a investir grandes somas de dinheiro. Sempre recomendo que comecem investindo pouco. Até com 10 reais você já pode comprar títulos de ações.

Mantenha sempre o pé no chão

A terceira dica é ter paciência, pois queremos comprar barato para vender caro, e para isso é preciso esperar o tempo certo. O mercado gira em torno da oferta e demanda. Então na hora de comprar ações lembre-se comprar barato pra vender caro. 

Uma coisa legal também no mercado de ações é que à partir do momento que você tem titulo de ações de uma empresa, você passa ser sócio investidor dela, e com isso tem empresas que pagam dividendos ao investidor que seria o equivalente a participação nos lucro da empresa. Foque no longo prazo que as coisas boas virão.