Operação Contra Corrupção chega a Várzea Paulista

O Batalhão de Ações Especiais da Polícia (BAEP) e o Ministério Público realizaram na manhã desta quarta-feira (05), em Várzea Paulista, buscas e apreensões na 4ª fase da Operação Ouro Verde.

Segundo o Grupo de Atuação contra a Corrupção do Ministério Público de Campinas, as investigações são referentes a denúncias de desvios de recursos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Várzea Paulista.

A descoberta do esquema foi possível depois de denúncias de irregularidades no Hospital Ouro Verde, de Campinas, com desvios de recursos financeiros do município por meio da empresa que administrava o setor da saúde.

A organização social Vitale Saúde vem sendo alvo de várias investigações.

Segundo os promotores do Ministério Público os recursos desviados do hospital de Campinas chegavam a R$ 7 milhões.

A Prefeitura de Várzea Paulista emitiu uma nota em que repudia qualquer ato de corrupção e esclarece que a Operação da Polícia e do Ministério Público ocorreu apenas para buscas de documentos. Não houve prisões de secretários.

 

Foto do leitor Leandro