Saúde de Jundiaí contrata novos médicos

A Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) receberá 12 novos profissionais para trabalhar em diversas Unidades Básicas de Saúde e em departamentos especializados nas próximas semanas. O chamamento dos contratados foi feito na Imprensa Oficial do dia 29 de maio, para as vagas de farmacêutica, médico clínico, ginecologista, assistente administrativo, médico neuropediatra, agentes comunitários de saúde e enfermeiro. Com as contratações, a Saúde de Jundiaí contabiliza 65 profissionais a mais para o atendimento da população e já reflete em aumento na quantidade de consultas oferecidas.

“Saúde é prioridade da nossa gestão. Conseguimos equalizar contas a partir de planejamento e controle austero. Agora estamos fazendo investimentos, sejam eles em pessoal, com a contratação novos e recomposição de quadros, além de investir em melhorias dos equipamentos, com reformas e construções de equipamentos acessíveis e com padrão de qualidade de excelência, com os programas ‘Posso Ajudar’ e ‘Guardião da Saúde'”, comenta o prefeito Luiz Fernando Machado.

Segundo dados da Unidade de Gestão de Administração e Gestão de Pessoas (UGAGP), entre os meses de janeiro a maio foram realizadas 37 novas contratação de servidores para a UGPS, entre reposições e novas contratações, em diversos cargos. Ainda restam 28 servidores em processo de contratação (realização de exames médicos e programação de início de atividades).

“As contratações que serão realizadas a partir do chamado feito no final de maio, conseguiremos atender as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Tamoio, Anhangabaú, Central, Caxambu, São Camilo e a futura Nova UBS Agapeama/Vila Esperança. São médicos, enfermeiros, agentes comunitários de saúde e assistentes administrativos que farão a recomposição e ampliação dos quadros para o atendimento”, argumenta o gestor da UGPS, Tiago Texera.

Além da Atenção Básica, o atendimento Ambulatorial de especialidades também recebe reforço. O Núcleo Integrado de Saúde (NIS) recebe um neuropediatra com carga horária de 20h. Com o profissional, o NIS recebeu a recomposição de dois médicos reumatologistas, um médico endocrinologista, um médico ortopedista e um médico nefrologista. O número já reflete em aumento na oferta de consultas, ampliando entre 10% a 100% a oferta de consultas para a população.