Bairros de Jundiaí tiveram excesso de chuvas

A Defesa Civil de Jundiaí informa que, desde sábado (01), uma chuva intensa e constante cai sobre Jundiaí, tendo atingindo o seu pico de intensidade entre 15h e 17 de domingo (02). O volume de água acumulado nas últimas 24 horas nos pluviômetros é de: bairro Roseira – 68 mm, Fazenda Grande – 58 mm, Jardim Florestal – 58 mm e Santa Gertrudes – 40 mm.

Em função do alto volume de água, foram registrados pontos de alagamentos e quedas de árvores.

O Corpo de Bombeiros, a CPFL e as Unidades de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP) e Mobilidade e Transporte (UGMT) atuaram para minimizar os problemas. Nenhuma ocorrência grave foi registrada.

No Fazenda Grande, uma escola infantil suspendeu as aulas, para arrumar o telhado. A Unidade de Gestão da Educação (UGE) informa que uma equipe de manutenção da empresa contratada pela unidade está na escola desde o início da manhã desta segunda-feira (03) adotando as medidas necessárias para minimizar os problemas causados pela chuva. Por conta do grande volume de chuvas, três salas e um corredor foram atingidos pela água. As crianças foram remanejadas para as outras seis salas da escola e, portanto, as aulas seguem normalmente. Assim que o tempo melhorar, a equipe da empresa realizará uma limpeza nas calhas, rufos e nos tubos de captação da Emeb. A UGE informa, ainda, que não houve cancelamento de aulas em nenhuma unidade escolar por conta das chuvas.

No Jardim Bonfiglioli foram duas quedas de árvores e três postes. Na Vila Progresso mais uma queda de árvore. No Varjão uma avenida ficou alagada.

O tempo deve melhorar na sexta-feira (07), com redução da possibilidade de chuvas.