Natura compra a Avon

O mundo dos negócios foi surpreendido pelo anúncio da compra da Avon pela Natura. A empresa brasileira será responsável por distribuir produtos em mais de 100 países e juntas terão 3 milhões de revendedoras e consultoras para distribuição de produtos. O faturamento estimado é de US$ 10 bilhões ao ano.

A Natura ficará com 76% das ações da Avon e contará com financiamentos do Bradesco, Itaú e Citi, para pagamento dos investimentos. As ações da Natura dispararam na Bolsa de Valores, após o anúncio da fusão. A nova empresa deverá ser a quarta maior no mundo, no ramo de cosméticos.

Jornais do mundo todo estão dando como manchete essa negociação, que é uma das maiores dos últimos tempos.

De acordo com analistas ainda é cedo para falar o que vai acontecer com as revendedoras, mas elas só ganharão com maior número de itens para comercialização.

Na região, a Natura é reconhecida pelos investimentos nas áreas sociais, na preocupação com o Meio Ambiente e na oferta de trabalho em Cajamar e Itupeva. Já a Avon já investe em programas voltados à saúde das mulheres e no centro logístico de Cabreúva.