Golpista confessa que instalou ‘chupa-cabra’ na região

Um morador do bairro de Guaianazes, na Capital, confessou para os policiais Eduardo, Ricardo e Rodrigo, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) que instalou ‘chupa-cabras’ em agências bancárias de várias cidades da região de Jundiaí.

Em depoimento aos policiais, o autor do golpe – que foi preso no dia 5 de maio por soldados da Polícia Militar no bairro do Eloy Chaves – disse que estava difícil “trabalhar” na Capital e passou a vir para as cidades da região de Jundiaí. Ele costumava vir de manhã, instalava os arames e equipamentos para bloquear depósitos nos caixas eletrônicos e voltava no final do dia, para recolher os envelopes.

O golpista disse que veio vários dias para Jundiaí, Jarinu, Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista e Itatiba. Ele percorreu as agências do Centro de Jundiaí, da Nove de Julho, da avenida Jundiaí e do Parque Eloy Chaves, instalando os “chupa-cabras”.

Até agora os policiais da Delegacia de Investigações Gerais localizaram 11 vítimas do golpista. Quem teve depósitos subtraídos de caixas eletrônicos deve procurar uma delegacia de Polícia e fazer o boletim de ocorrência. Só assim os bancos podem indenizar os clientes.

Os investigadores da delegacia também estão atrás dos comparsas desse golpista. Ele não agia sozinho.