HU promove ações para comemorar o Mês de Higienização das Mãos

Dia 5 de maio é o Dia Mundial de Higienização das Mãos. Em todo o mundo, são promovidas atividades para conscientizar os profissionais de saúde, o governo e os administradores hospitalares sobre a importância da higienização das mãos. E no Hospital Universitário não é diferente.

Lavar as mãos previne infecções e doenças. O simples ato de lavar as mãos pode representar muito quando se pensa em prevenção. Diversas infecções e viroses que aparecem sem causa aparente podem ser fruto de descuido na higienização das mãos. Até mesmo epidemias podem ser evitadas. A medida é essencial para garantir a segurança de pacientes, profissionais e usuários dos serviços de saúde.

A equipe de Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do Hospital Universitário de Jundiaí (HU) está realizando várias ações para comemorar o Mês de Higienização das Mãos 2019. O evento que ocorre durante todo o mês, terá seu ápice entre os dias 20 e 24 de maio.

Atividades lúdicas serão realizadas em todos os setores do HU, com a participação dos funcionários no próprio local de trabalho. Ações visuais também estão sendo inseridas com imagens de conscientização para Higienização das Mãos e revisão da técnica com atividades diversas.

De acordo com informações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as mãos são consideradas a principal via de transmissão de microrganismos durante a assistência prestada aos pacientes. Isso ocorre porque a pele é um reservatório de diversas bactérias, que podem se transferir de uma superfície para outra por meio de contato direto ou indireto, por meio de contato com objetos e superfícies contaminadas.

A antissepsia das mãos é um conjunto de práticas que busca destruir os microorganismos por um determinado tempo. É um método profilático, baseado no uso de agentes germicidas (antissépticos) contra patógenos presentes no organismo humano, buscando remover parte da flora já presente nos tecidos