McDonald’s reforma biblioteca de Associação em Jundiaí

A Associação de Acolhimento Bom Pastor, que fica no Jardim Novo Horizonte em Jundiaí, reinaugurou no último sábado (11), a sua biblioteca, que foi reformada com recursos doados pelo McDonald’s. A entidade existe há 19 anos e recebe diariamente cerca de 50 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade para atividades de contraturno escolar. O trabalho também abrange as famílias dos jovens atendidos com programas profissionalizantes.

A iniciativa da reforma do espaço partiu de Silmara Nadal Pedro, que trabalha na área de Supply Chain do McDonald’s Brasil e inscreveu o projeto na Gincana Bom Vizinho, ação interna da rede que incentiva os colaboradores a participarem de iniciativas que apoiam as comunidades. “Eu já atuava como voluntária na Associação de Acolhimento Bom Pastor e eles realizam um trabalho muito importante com centenas de famílias de bairros onde 90% das pessoas vivem em situação precária”, explica Silmara.

A Gincana Bom Vizinho, que completa 17 anos em 2019, ganhou no ano passado novas possibilidades, dando mais protagonismo para funcionários liderarem e sugerirem auxílio a projetos além dos já existentes. Nessa categoria especial, a ideia aprovada ganha o apoio financeiro da marca em até R$ 5 mil reais, como foi o caso da Associação de Acolhimento Bom Pastor.

“Indicamos a entidade para participar da seleção do projeto e ela foi contemplada com o recurso para reformar a biblioteca, que estava em situação muito ruim. O McDonald’s acredita na importância da leitura como contribuição para o desenvolvimento intelectual e essa iniciativa reforça isso”, completa Silmara.

Com o recurso, foi feita a limpeza e pintura do espaço, instalação de prateleiras, colocação de mesas, cadeiras, pufes e caixas organizadoras, aquisição de novos livros e brinquedos para diferentes faixas etárias, além de contemplar a festa de inauguração.

A Associação realizou ainda um concurso interno para escolher um nome para a nova biblioteca. “Durante a cerimônia no sábado, entregamos um certificado e um livro para a Thainara Sthefany Vieira dos Santos Silva, pois ela ganhou a competição que deu ao espaço o nome de ‘Bompasteca’. Foi emocionante”, conta o responsável administrativo da Associação de Acolhimento Bom Pastor, Valter Monteiro Santos.

Além da premiação, o evento contou ainda com a participação do grafiteiro Junior Trezzi, que fez a pintura de uma das paredes da biblioteca com o novo nome.

“É fantástico poder ver a mudança de um espaço tão importante para o crescimento e formação dessas crianças. Claro que ainda nos faltam muitos recursos para realizar tudo que precisamos ou que avaliamos ser importante para essas famílias, mas não temos palavras para agradecer a indicação e por termos sido escolhidos. Temos certeza que com o novo espaço poderemos intensificar ainda mais o trabalho de fortalecimento de vínculos que realizamos diariamente”, comemora Valter.

Crédito: Leandro Torres