Jovem morre em acidente e motorista é preso

O delegado Edson Antônio dos Santos, do Plantão Policial de Jundiaí, determinou a prisão em flagrante do caminhoneiro Jeferson Santos de Souza, de 30 anos, por dirigir embriagado e por ter causado a morte do carona, Abner Welisson Dornelas Nogueira, de 19 anos.

O caminhoneiro dirigia uma carreta Volvo e perdeu o controle da direção em uma curva da rua Gustavo Henrique Merceu, em frente ao 380, no Parque Industrial do Fazenda Grande, em Jundiaí.

A cabine do caminhão virou e o jovem morreu prensado. Um poste de energia elétrica foi derrubado. A carga de cocos ficou esparramada pela pista e foi saqueada por populares.

O caminhoneiro foi socorrido ao Hospital Municipal de Itupeva pelos soldados do Corpo de Bombeiros. O médico confirmou que o motorista estava embriagado.

O exame de sangue colhido no hospital também comprovou excesso de bebida alcoólica no sangue do motorista.

O delegado Edson conversou com o motorista que disse que estava sozinho no caminhão.

Posteriormente ficou apurado que o jovem, morador em Minas Gerais, queria vir para o Estado de São Paulo e pediu carona para o caminhoneiro.

O pai do rapaz compareceu na Polícia Civil para prestar depoimento e fazer a liberação do corpo do filho, para sepultamento na cidade de Governador Valadares. Ele não se conformava com o caso.

O leitor do “Jornal da Região”, Paulo, fotografou o local do acidente. Equipes da CPFL Piratininga estiveram no local durante toda a manhã para fazer a troca do poste quebrado e restabelecer a ligação dos cabos de energia.

A empresa dona do caminhão informou à Polícia Civil que a velocidade máxima do trecho onde ocorreu o acidente era de 30 Km/h. Mas o tacógrafo mostrou que o caminhoneiro fez a curva a 50 Km/h.

O motorista preso foi encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde deverá aguardar decisão da Justiça.