VOLTA DOS RADARES: 347 pessoas morreram no trânsito

A Prefeitura de Jundiaí abriu concorrência pública para contratar empresa que vai gerenciar o sistema de radares no município, em pelo menos 60 pontos considerados mais perigosos e críticos.

De acordo com relatório do Infosiga, que o “Jornal da Região” teve acesso, a cidade registrou nos últimos quatro anos 347 mortes no trânsito, o que justificaria os investimentos necessários para segurança nas ruas.

Os dados discriminados apontam que os motociclistas foram os que mais morreram nas ruas da cidade nesse período. Foram 130 pessoas. Depois aparecem os pedestres, com 85 casos e em seguida os acidentes de carros, com 82. Os ciclistas representaram 18 casos.

Os dias da semana em que mais ocorrem mortes são os sábados e domingos, com um total de 137 casos.

Até o dia 17 de maio as empresas interessadas em participar da concorrência devem apresentar propostas na Prefeitura de Jundiaí, dentro do projeto de instalação de equipamentos com controle de velocidade, avanço do semáforo vermelho ou conversão proibida. Ainda neste ano a empresa vencedora deverá instalar os equipamentos.