Merendeira morre atropelada por moto

A merendeira Patrícia Bruna Bueno Machado, de 37 anos, morreu atropelada por uma moto na Estrada da Bragantina, em Campo Limpo Paulista. Ela foi atingida pela moto pilotada por Rodrigo Rocha Soares, que não tinha habilitação. A moto que casou o acidente não foi localizada pela Polícia Militar.

Patrícia era mãe de cinco filhos, sendo um de 20, e os demais de 18, 16, 14 e 12 anos. Ela residia no bairro do Pau Arcado e seu corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí.

O motociclista foi socorrido por uma ambulância do SAMU de Campo Limpo Paulista ao Hospital de Clínicas da Cidade, em estado grave.

Segunda morte

O pedreiro Adenilson Cerqueira da Silva, de 45 anos, morador no São José 2, morreu atropelado na Rodovia Edgard Máximo Zamboto, no bairro do Moinho, também em Campo Limpo Paulista.

De acordo com o depoimento de um motorista de caminhão Ford Cargo, a vítima saiu do acostamento e entrou na frente de seu veículo, inesperadamente.

Terceira morte

Um outro motociclista morreu neste sábado (20) em acidente de trânsito na Rodovia Edgard Máximo Zamboto, ao perder o controle do veículo e bater contra as defensas metálicas. A vítima foi encaminhada ao IML de Jundiaí e o sepultamento ocorrerá no cemitério municipal de Jarinu. O nome da vítima não foi divulgado pela Polícia, até comunicar os familiares.