Polícia Civil esclarece homicídio em Louveira

Os policiais civis de Louveira, e da equipe Apolo 4, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí, esclareceram o caso de homicídio envolvendo como vítima o morador do bairro Santo Antônio, Milton Januário de Pina, de 46 anos.

O autor é o inquilino do imóvel, “Édipo” Rodrigues, que desapareceu após o crime.

Após interrogar vários conhecidos da vítima, os policiais descobriram que o autor vinha ameaçando de morte a vítima, porque ela exigiu que desocupasse a casa, no mesmo endereço.

Nos últimos dias os vizinhos vinham reclamando do comportamento de Édipo, porque ele passou a consumir muita droga e incomodar a todos.

O próprio Milton Januário comentou para familiares que temia pela sua vida.

A cena encontrada pela Polícia no local do crime foi de tortura, com a vítima tendo as mãos amarradas e o corpo perfurado por faca e garrafa quebrada.

Como Milton Januário não compareceu ao bar onde frequentava com amigos, não foi à casa de sua mãe e nem ao trabalho, todos ficaram preocupados.

Os policiais da DIG pegaram o celular da vítima e curiosamente todas as mensagens direcionadas a Édipo foram apagadas.

Por meio de uma câmera de monitoramento de comércio da região o único a sair da casa na noite do crime foi o colega de imóvel. Mais ninguém entrou ou saiu.

Os policiais pediram à Justiça a prisão de “Édipo”, que agora é considerado como procurado por homicídio.

Qualquer informação sobre Edipo pode ser dada no telefone 181 do Disque Denúncia ou no 190 da PM e 153 da GM