Alunos do Curso de Ovos de Páscoa se tornam empreendedores

Thiago Henrique Bueno, 28, se formou recentemente no Curso de Ovos de Páscoa oferecido gratuitamente pela Prefeitura de Várzea Paulista em parceria com a Casa do Confeiteiro, e acabou transformando seu estilo de vida graças à iniciativa municipal de fornecer caminhos para os cidadãos começarem seu próprio negócio.

Ele viu o anúncio do curso pelo Instagram. Coincidência ou não, ele já estava interessado em aprender a fazer ovos de páscoa e começar a empreender, então não pensou duas vezes antes de agarrar esta oportunidade. Inscreveu-se, estudou, recebeu certificado e declarou: “O curso foi sensacional, fiz até novas amizades. A Viviane, da Casa do Confeiteiro, nos ensinou desde o primeiro dia a como cuidar da limpeza da cozinha, da higienização, até a limpeza da caixa d’agua. Também mostrou quais chocolates e técnicas utilizar para fazer ovos lisos, crocantes, trufados e os famosos ‘de colher’”.

O jovem, que já trabalhava vendendo trufas com a tia, contou que o curso ajudou também no preparo deste doce, pois aprendeu a fazer novos recheios como de leite em pó e creme de avelã, que foram aprovados pelos clientes. “Pretendo continuar após o período da páscoa, porque virou meu estilo de vida agora. Acabei pegando o calendário de datas comemorativas para produzir doces durante o ano todo, por exemplo, no dia das mães, no dia dos pais etc. Além disso, quero fazer os outros cursos de doces que a Prefeitura tem a oferecer e aproveitar pra aprender mais e mais”, conta Thiago sobre seu início como empreendedor. Ele completa: “O povo pensa que é simples, mas ser o dono do próprio negócio não é trabalhar menos, é trabalhar dobrado. As pessoas pedem e a gente precisa fazer, sendo final de semana ou qualquer dia, porque não podemos perder cliente e queremos vender.” Ele está se sentindo muito bem como empreendedor, pois pode fazer as coisas no seu próprio tempo. “A minha dedicação vai ser o retorno que vou ter, não é?”.

A divulgação da produção dos ovos de páscoa até rendeu a ajuda para um amigo desempregado. Thiago resolveu fazer panfletos de divulgação de seu trabalho e entregou no bairro onde mora, Jardim Cruz Alta, e para amigos, mas ainda precisava expandir a área. “Um dia estava olhando o LinkedIn e vi um rapaz com um cartaz ‘Preciso de um emprego, não sei mais o que fazer’. Percebi que era um antigo amigo e morador da minha rua. Na hora pensei que poderia ajudá-lo, então o contratei para entregar os panfletos de divulgação do ovos de páscoa nos demais locais da cidade”, explica.

O rapaz já está em ritmo de produção. Sua colega de curso, Aline Aparecida Araújo do Nascimento, 37, também começou a empreender e já tem mais de 50 encomendas para a páscoa deste ano. “Tenho feito os ovos de madrugada porque é menos calor. Vou dormir pensando em chocolate e acordo pensando em chocolate”, brinca a moradora da Vila Real que decidiu trabalhar empreendendo com vendas neste ano, no qual está finalizando a faculdade de Pedagogia. “É maravilhoso ser a dona do próprio negócio, principalmente porque tenho dois filhos. Então é muito gratificante ficar em casa, saber que estou ali mais presente na vida deles, ajudando com as coisas da escola, é o que eu sentia falta, e eles também sentiam falta, então está sendo muito bom”.

A empreendedora descobriu o curso pelo Facebook oficial da prefeitura e o considerou como uma experiência maravilhosa. “Aprendi bastante as técnicas e já estou aplicando no dia a dia. Para vender temos que nos especializar e por isso o curso foi importante. Quero fazer outras formações que surgirem ainda. E pretendo dar continuidade com a venda de outros doces, como pão de mel, por exemplo”. A munícipe divulgou o trabalho por uma lista de transmissão no aplicativo WhatsApp aos amigos próximos, que foram mandando para outros amigos, no que resultou numa grande demanda de mensagens e encomendas de ovos de páscoa.

O curso de Ovos de Páscoa oferecido pela Prefeitura de Várzea Paulista formou 80 alunos em março de 2019.